domingo, 29 de abril de 2012

Can it be?!




What the hell was that?!

It was intense, beautiful, delightful.


Fox

sábado, 28 de abril de 2012

Waiting





A espera possui sempre garras dilacerantes.
Quanto mais a hora final espreita, mais inebriante fica o seu corpo.
Várias serão estas reações que lhe são induzidas. Nervoso, desperto, sorridente, vivo. Feliz.
Hipotéticas cenas do acontecimento, são criadas na mente dele, num turbilhão de sensações, expressões e esperanças.
Sendo a maior de todas, o desejo de olhar nos olhos, aquela que o leva mais alto, mais longe, mais rápido.
Não lhe foge no entanto o receio de insucesso, ele lá reside latente, como um espinho que o atormenta.
Ninguém é perfeito, ele muito menos. Será suficiente?
Ele deseja que sim. Muito.


Fox

sexta-feira, 27 de abril de 2012

My poem XVII



Horrível este frio que forte se faz exprimir
Passei toda a manhã a tremer
Não via a hora de embora vir
Para no calor de casa me recolher

Sendo recebido por ti a sorrir
Já sinto o coração a aquecer
Aquando o teu quente beijo sentir
E o teu abraço me envolver

Quero um duche de água a cair
Bem quente quase a ferver
Já agora também podes ir
Havia de ser certo o nosso entreter

Até já sinto a temperatura a subir
E maravilhosas intenções a mente percorrer
Esse teu magnetismo começa a atrair
Fazendo este fogo em mim acender

Libertas esse olhar a seduzir
De uma forma impossível de descrever
A emoção que em mim fazes surgir
Quando a ti faço o meu corpo se render

Anseio esse teu belo corpo despir
Como se fosse a primeira vez a conhecer
O que parece saído de um perfeito esculpir
Qual não me canso de percorrer

Sentindo o teu calor fluir
Até mais não o conseguires conter
Contagiando-me neste belo fundir
De sentimentos a efervescer

A tua voz suave se faz ouvir
Em pequenos gemidos de prazer
A excitação que deixas transmitir
Causa em mim agradável estremecer

Deixamos esta explosão nos engolir
Tentando toda a sensação absorver
A forma mais perfeita de exprimir
O amor que fazemos florescer


Fox

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Good movie? Hell yeah VIII




Gosto quando me convidam.
Será sinal de que possuímos estima para a pessoa, é bom sentir isso.
Ela convidou-me mais uma vez, quando vem aqui à zona gosta de sair comigo, sabe que a ouço, que a ajudo com a palavra, que a faço rir.
É para mim saboroso conseguir “arrancar” uma gargalhada a uma Mulher, sim esta é das que se escreve com “M grande”.
Fomos jantar e depois ela quis ir ver este filme,

Como cavalheiro que sou acedi ao pedido, como poderia recusar?
Esta simbiose faz bem a ambos, ela exorciza os demónios do seu casamento, eu os da minha solidão.
O enredo do filme é agradável, retrata as desventuras da vida de uma mulher em meia idade, com dois filhos numa cidade nova...
Algumas das cenas irão “sacar” algumas risadas saudáveis, aproveitem se tiverem oportunidade.


Fox

terça-feira, 24 de abril de 2012

Come to me



A mente projeta o seu sorriso, numa sucessão ininterrupta de belas imagens da sua perfeição.
O coração liberta a saudade, sob a forma de palpitações e reacções que se espalham por todo o ser.
Os lábios chamam pelo seu nome, repetidamente, como se tal fosse suficiente para lhe conceder presença física.
O corpo anseia pelo seu toque, como fogo líquido que se espalha pelas veias, incendiando-o.

Ele deseja-a.
Ele querê-la.
Ele espera-a.


Fox

segunda-feira, 23 de abril de 2012

The one that got away III



No final do outro post, estava eu com a B. numa qualquer sala de cinema, a fazer algo que não seria de todo ver o filme em exibição. Mas eu estava quieto, ela é que me provocou com as “ferradelas” nos lábios...
Depois tudo se desenrolou com pressa a mais, o soutien desapertado, as calças que veem o botão e fecho serem abertos, as mãos que percorrem livres no quente toque sobre a pele em busca de locais mais sensíveis. Para mim seria tudo normal, mas tem sempre um mas...

Comecei eu a estranhar a inatividade da B., então tentando a custo no escuro, olho para ela e vejo-a com uma cara de choque, a perguntar como tinha retirado tão depressa o soutien!
Seriously?!
É que a B. na altura com vinte anos, aparentemente ainda era virgem, eu não sabia, não é coisa que se pergunte, mas nem sequer coloquei isso em questão...

Assim, fazendo um resumo, a B. estaria em pânico sem saber o que fazer a seguir, eu estava de barraca armada, o filme já para lá do ponto de apanhar a historia, e sair assim da sala parecia mal quando chegasse cá fora, naquela figura...
De modos que ainda tentei encaminha-la até ao “mastro” a ver se ainda se salvava o dia, mas nem isso, o resultado foi o mesmo que quando se mete uma chave dinamométrica na mão de uma mulher... Para que serve isto?...

Why me?!

Na altura foi o que pensei, fiquei confuso, sem saber o que dali iria resultar, eu que estava habituado a mulheres que já se sabem orientar nas “lides”, ter contacto com esta neste nível de preparação foi limitativo de certo modo.
Tinha sido iludido por uma jovem que “acendia” a acendalha, mas depois não “atiçava” o fogo, tinha características impecáveis de personalidade, mas uma mulher é estimada por ser um “pack” completo, não apenas alguns aspetos.
Tive receio, não perguntem porquê, talvez pensasse que não estaríamos ambos à procura do mesmo, ou que usássemos limites distintos, senti que não iria funcionar, faltava-lhe maturidade, experiência de vida.

Depois da ida ao cinema não houve mais “amasso” nenhum, apenas conversas quer por sms quer pessoalmente, ainda nos vemos, ou pelo menos poderíamos ver se não nos tivéssemos chateado recentemente de uma forma muito seria.
Ficou como sendo a amiga mais antiga que tenho, (tirando a M.J. mas essa... enfim), apoiou-me bastante quando a ex me deixou, e tenho muito carinho por ela, apesar do mau feitio que tem.
Tive muitas lições a retirar disto, uma delas será que nem sempre é impossível ficar-mos amigos, quando o resto não funcionou.


Fox

The voice



Ahhhh aquela voz.
Aquela doce melodia que me chega pelo telefone, exulta um dos sentidos como se privado de todos os outros fosse.
Considero-a inebriante sobre a minha pessoa, quando impossibilitado da chance de a ver, cheirar, tocar, sentir, mas a posso ouvir.
É jovial, é doce, é linda, parece-me uma simples mas pura sinfonia.
Ela não sabe mas repito no “player” as músicas desta menina vezes sem conta, para a sentir mais perto. Ajuda.


Fox

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Hug me



Trago em mim segredos genuínos de imaginar, simples de realizar, mas longínquos para poder cumprir.
Talvez seja este aquele que mais me faz suspirar, dada a sua singela mas pura cumplicidade.
Sentir-me absorvido pelas trevas noturnas enroscando-te em mim, num abraço quente que me aqueça a alma e inebrie o corpo.
Repousando a pacifica noite abraçando o que não quero largar, simplesmente apreciando o momento revestido pelo quente toque que partilhamos.
Despertar pacificamente com o aroma do nascer do sol nos teus cabelos, o brilho da manhã nos teus olhos e o calor do dia nos teus lábios.

Genuíno. Simples. Longínquo.


Fox

quinta-feira, 19 de abril de 2012

My poem XVI



Parece um filme sem cor
De forma mecânica a correr
Por vezes perde o seu fulgor
Latente mas sem deixar morrer

Todo o momento é sofredor
Até o deixar de ser
O teu sorriso acolhedor
De alegria me veio encher

Traz-me ao coração calor
Ao mesmo tempo faz tremer
Não queria ser abusador
Mas gostava de te dizer

Que não sei o que é Amor
Mas tudo te quero conhecer
Desejo descobrir o teor
Que entre nós pode acontecer

Quero toda esta dor
Transformar em prazer
Quero emanar esplendor
Como amantes que fico a ver

Quero ser eu o pintor
Para usar a tinta que escolher
Pintando um futuro sem ardor
No qual eu te possa ter

Quero ser eu o escritor
Para a declaração te escrever
Declamando com todo o rigor
As razões de te merecer

Quero ser eu o cantor
Com a melodia te envolver
Cantando com fervor
A emoção que te posso trazer

Mais que tudo quero ser merecedor
Tornando como meu dever
Ser o teu único protetor
Até ao último folgo perder


Fox

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Challenge III








Ora portanto hoje calhou trazer mais um desafio, desta feita colocado pela V* do blog Cola-me o coração

Portanto aqui ficam as regras:

1- Criar um post e responder às questões de quem te deu a Tag;

2- Criar 11 novas perguntas diferentes para passar;

3- Escolher 11 blogs para dar a Tag e colocar o link delas no post;

4- Avisar os 11 blogs que foram escolhidos

Assim as perguntas que terei de responder serão:

Três palavras que te definam...
Honra, Sinceridade, Honestidade.

Um livro...
Saga A Song of Ice and Fire, nunca na vida poderia ser outro, ainda que sejam mais de dez volumes sem ter fim ainda. Terá sido o que mais na vida me fez sonhar e sentir inserido num mundo. Um onde poderia ser mais eu.

Um filme...
Um só?! Isso é castigar-me, mas ocorrem-me dois neste instante Miami Vice e Kingdom of Heavens. Mundos diferentes. Realidades distintas. Batalhas pessoais interiores idênticas. Romance impossível. Resoluções distintas. No fundo a linha presente nos atores principais definem muito do Fox.

Um sonho ainda por realizar...
Ah são tantos... Cada um mais louco que o outro. Lembrei-me que quero “partir” um bungalow em Maafushivaru, como o Edward fez no Twilight!

Um segredo...
Já os revelei todos... Mas talvez... sou bem mais sexual do que aparento. Não é dissimulação é forma de ser. Um romântico também o pode ser.

Uma lembrança boa...
Algarve. Aquilo é que era loucura. Aquilo é que eram noites “quentes”. Quero voltar a ter daquilo mas com nova interveniente. Os amigos podem ser os mesmos.

O que te faz rir...
Se fosse sorrir dizia outra coisa, mas rir talvez uma piada inteligente, ou uma cena engraçada de um filme.

Um medo...
Perder a condição total enquanto humano, ficar um vegetal ou bem perto disso. Terror.

A viagem da tua vida...
Maafushivaru, Japão, Egipto, Itália, Mónaco, Grécia, Normandia. Eu sei, eu sei era só uma mas pronto, já que tinha que ser milionário para andar a correr isto tudo, coloquei a todos os locais.

Que expressão mais usas?
Ai se te ponho a mão em cima...

O que te inspirou o "nickname"?
Já me questionaram bastantes vezes acerca disso, precisava de um nick que cativasse sendo que talvez por partilhar características com a Raposa o tenha escolhido.

É um animal belo, especialmente a do ártico, é inteligente, é caçador mesmo não possuindo grande porte físico e tem uma esperança de vida muito curta devido à caça e doenças.
Quanto às perguntas que quero que me respondam, aqui ficam elas, como já existem muitos desafios com as mesmas questões, preparem-se para as perguntas mais atrofiadas deste mundo digital:

És a mesma no blog e na realidade?

Como te vês daqui a dez anos?

Já traíste?

Já bateste em alguém?

Já mentiste para magoar?

Temes a morte?

Já usaste alguém?

Maior loucura cometida?

Sacrificavas-te por alguém merecedor?

Agrada-te o meu blog? 

Como me defines?

Para passar as minhas questões, vou escolher os seguintes blogs, creio que escusado será dizer que são sempre os mesmos pois são os únicos que leio. Assim quem quiser responder, teria muito gosto em ver as suas respostas.









Fox

terça-feira, 17 de abril de 2012

Thank you


Sigam o link primeiro, como pequeno "mimo" para vocês, ouçam enquanto lêem o que escrevi...


Eu não sou mal agradecido. Não gosto de ficar a dever nada a ninguém.
Este gesto não irá pagar nada, mas demonstra que estou atento e consciente da vossa grandeza.
Por isso acho correto, agradecer publicamente ao bem que vocês me tem vindo a fazer.
A vós caras leitoras, assíduas das aventuras, desabafos, gritos e palermices do Fox, o meu muito obrigado!

Eu parei no tempo, sei que sim, vivi muitos anos em clausura com uma pessoa, fui abandonado e enfiei-me debaixo de uma pedra. Grande.
Tive que me adaptar para avançar, muito estaria errado em mim, eliminei o que não gostava e tentei encontrar a linha do que me parecia correcto.
Não foi suficiente, não surtia resultados. Julgando eu na minha infinita inexperiência acerca de relacionamentos, que o olhar falaria por nós, sendo tal convite suficiente para juntamente com o mínimo bom aspecto, devolver as coisas à sua correta orientação.

Cheguei aqui nessa condição, com intenção de libertar pelas letras as minhas frustrações e insucessos. Talvez receber palmadinhas nas costas e ouvir dizer "não és anormal, acontece a todos". Apenas queria exorcizar demónios. Não julgava vir a aprender com vocês. Nunca pediria isso. Mas no entanto recebo aprendizagem. Gosto.

Sempre fui muito reservado, fechado em mim, pensando que apenas uma teria a chave, e só essa teria direito a conhecer o meu eu. Errado.
Tenho um T4 duplex em mim, cabe muito cá dentro, ainda que apenas uma leve um dia, todas as chaves de todas as portas, acho justo que mais possuam a chave da entrada.

"Terás que ser conhecido e dar-te a conhecer", é este o meu caminho, faltava-me iniciativa anteriormente. Vou corrigir. Vou conhecer para ser conhecido. Apreciar para ser apreciado. Cativar para ser cativado. Amar para ser amado.

A todas aquelas que me tem acompanhado, Thank You.


Fox

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Where?





Tu existes. Tens de existir. Nem que ainda venhas a ser “inventada”.

Andas por ai algures, sem rumo emocional, tão perdida nas complexas malhas da vida como eu, sentindo que és uma peça de um puzzle incompleto de duas unidades.

Só ou acompanhada, sabes que algo na tua existência não possui a simplicidade da perfeição, quando olhas o grande azul, em busca de respostas que não te chegam quando as pedes.

Não sabes quem fui, sou ou serei, mas talvez me procures, desejes a minha chegada, impaciente com as horas como se amanhã não viesse a ter lugar.

Mas eu vou a caminho, numa rota sinuosa e torturante que apenas o Destino conhece, mas vou andando na tua direção.

Caminhando vagarosamente enquanto conto os passos e os dias, na ânsia de poder alcançar aquele, no qual ganhe o privilégio de trocar contigo uma simples palavra. 

Amo-te.


Fox

domingo, 15 de abril de 2012

The revenge



Pois é, parece que a dada altura algumas leitoras iniciaram um guerra aberta comigo.
Dotadas de uma malvadez evidente, fizeram tremendas alusões a Sundae´s, McFlury´s e outros que tais.
Assim terá sido a Brenda a abrir as hostilidades com os Sundae´s, a V* seguiu-se com os McFlury´s de M&M´s e Corneto de chocolate, passando pela Mirv a falar dos Olá.

Eu não me fiquei, nunca me fico, por isso contra-ataquei, dado que conheço a melhor casa de gelados do Mundo e arredores.
Prometi que iria trazer a vingança sob a forma de registo fotográfico, de modo a deixar todas de queixo caído.
Sou um homem de palavra, assim ontem tive desculpa para lá ir cumprir o sacrifício...
Havia sabores formidáveis, Chocolate, Caramelo, Pistachio, Canela, Castanha, Limão, Baunilha, Coco com pedaços de Chocolate, Pannacotta, Tiramisú, Morango, Baunilha, Amêndoa, eram tantos que nem me lembro, todos “home made”, todos perfeitos, todas as semanas diferentes.

A minha escolha recaiu sobre Castanha, Pannacotta e Coco com pedaços de Chocolate... Mais aquela maravilhosa calda de chocolate quente que leva nos espaços entre os sabores... Ouch!
Pensei em todas vocês, enquanto me entregava ao prazer de devorar aquela maravilha da criação. E que prazer, parecia um puto, o ambiente estava fantástico, todos na gargalhada como é apanágio dos grupos onde o Fox está.

Foi muito bom. Muito.
Assim como prometido aqui fica a única foto que tirei, eram para ser mais para apanhar todos os ângulos, possíveis e imaginários, mas sinceramente não me contive em esperar mais tempo...

Portanto caras leitoras, para memória futura, não iniciem guerra com o Fox, ele sabe umas coisas.


Fox

sábado, 14 de abril de 2012

Coffee Day


Pois é hoje será o dia Internacional do Café.
Já sabem como sou com essa bebida, portanto escuso de grandes explicações.
Acho que vou celebrar este dia, vou beber ai uns três, sendo mais ou menos o máximo aconselhável por dia.
Deixo aqui um artigo onde podem ler um pouco mais acerca dos prós e contras desta maravilhosa bebida.

Reportagem Sapo

Quanto a mim parei no fim dos prós, devo dizer, não me interessam saber os contras.
Estou "agarrado" até à "medula", quero lá saber do resto, tenho de "ir" e tenho, que vá feliz ao menos.
Lembrem-me de levar a Nespresso comigo, quando eu "for". Ah e o Ristretto e o Arpeggio e o Roma.

No entanto transcrevo aqui algumas pérolas que encontrei na reportagem...

"Para adultos saudáveis, a ingestão de cafeína deve limitar-se a um máximo 300 mg/dia. De acordo com a roda dos alimentos, um café expresso comprido tem, em média, cerca de 125 mg de cafeína, enquanto um café curto tem aproximadamente 104 mg deste estimulante"

 "A cafeína tem efeitos positivos sobre a capacidade de concentração e motivação para o trabalho, gerando uma ainda maior disposição para socializar"

"A cafeína também tem uma influência relevante na melhoria do estado de humor, originando outros efeitos como o aumento de energia, de imaginação, de eficiência e de auto-confiança"

"Tomar café diariamente pode reduzir o risco de AVC. De acordo com uma investigação do Instituto Karolinska, em Estocolmo, as mulheres que bebem entre uma a duas chávenas de café por dia têm uma probabilidade menor de vir a sofrer um acidente vascular cerebral"

"Apesar do consumo de café poder contribuir para um menor risco de desenvolver cancro da mama, investigadores suecos concluiram que beber grandes quantidades desta bebida reduz o tamanho do peito feminino"

A ultima será curiosa... Não que no meu ponto de vista isso tenha algum problema, nunca fui de ligar a isso, só espero que não "reduza" nada no Homem!
Hoje bebam um café, celebrem o dia, cuidem da vossa saúde e pensem que o Fox estará a fazer o mesmo.


Fox

sexta-feira, 13 de abril de 2012

It´s forbidden



Não quero. Não posso. Não devo. Não forço. Não evito. Não consigo.
Mas porquê é que isto se sucede?!
Estarei assim tão vazio interiormente, que recorra ao que outrora deteve consistência corpórea, mas agora não passam de meras ilustrações visuais, escondidas em obscuros recantos memoriais?
No meu ser, um ponto localizado na caixa torácica, levemente inclinado para a direita e para baixo, possui um enorme buraco negro, como se causado pela munição .50 de uma M82.
É tão grande que não o consigo tapar com nada que conheça, já o tentei por vezes em demasia, sem qualquer fiapo de sucesso. Desisti.
Mas existem noites em que os pensamentos me assaltam descontroladamente, velhas conhecidas serão estas memórias, trazem-me a sensação que não deveriam, libertando-me o animal que em mim não terá qualquer pudor.
Serás tu ó solidão, que sendo incompatível comigo, geras estes impulsos de necessidade de contacto físico, toque quente, viscoso suor, contagiante sussurro de afeto carinhoso?
Agrrrrr!!! Odeio-te!


Fox

quinta-feira, 12 de abril de 2012

My poem XV


Porquê tanto às aparências ligar
Quando o que vale é o interior?
Inevitável será o corpo findar
Mas a alma se manterá superior

Será correto de se afirmar
Que se ama com rigor
Quando apenas o corpo se apreciar
Sentimento assim não terá valor

Pessoa assim não terá lugar
Na vida de alguém respeitador
Que apesar disso continua a amar
Alguém que não é merecedor

Cruel será o filme se arrastar
Quando só irá deixar a dor
Melhor pessoa devia arranjar
Para lhe entregar o seu amor…


Fox

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Challenge II


Hoje cabe-me a missão de responder a mais um desafio, desta feita emitido pela Paixão do blog Paixão em mim

O que te tira do sério: Incompetência, irresponsabilidade, mentira.

A que cheiras: Isso depende muito da situação em que me encontre... Quando saio varia muito, mas ultimamente será Armani Code.

A que sabes: Esta é uma pergunta complicada, teria que perguntar a uma pessoa com quem não falo. No entanto recordando todo aquele "uso de língua" dela, deduzo que eu devo ter um sabor muito bom.

O que gostas de ler: Leio tudo o que encontrar, mas em especial High Fantasy. Ando "enrolado" com Song of Ice and Fire do George R. R. Martin. Um sonho!

O que te seduz: Uma mulher sensual com uma forte presença, não são necessários rodeios nesta resposta.

Sentes-te: Vocês ainda não se devem ter apercebido, mas tremendamente só...

O que te deixa com um sorriso nos lábios: Ultimamente o que mais depressa me "saca" um sorriso será talvez... O som de um motor cilíndrico em V... Um gesto de amor entre amantes.

O que dizem os teus olhos: Mostram o que me vai na alma. São muito expressivos, ao que dizem.

O que me oferecias: Acho que te oferecia um forte olhar e um abraço aconchegante. Talvez fizesse bem a ambos.

A Paixão não estabeleceu regras neste desafio, portanto estou um pouco perdido com as regras.

No entanto copiando o modelo que ela usou, irei transmitir as perguntas a três novas pessoas e aguardar pelas respostas...

Assim as nomeadas são...

V* do Cola-me (n)o coração

Inspiration in Bliss do You are my bonus track

Lost Lenore do O meu livro de magoas


Fox

terça-feira, 10 de abril de 2012

The food is fast



Era um adepto fervoroso, em especial das batatas. Ai aquelas batatas!

Não sei o que lá fazem para elas ficarem assim, nem me interessa saber sinceramente, só sei que adoro aquilo porque me sabe bem e “o resto é lenha”. Mas como não vou lá apenas comer batatas, trago junto o McChicken, pois será o único menu que me agrada de toda a panóplia disponível.

O Fox não engorda nem emagrece, é todo “xpto”, por isso nunca me importei com estas comidas, pelo menos até ao belo dia que calhei de ver este documentário, após isso tudo mudou, nunca mais lá fui.

Sim, foi assim tão traumatizante para a minha pessoa.

Entre muitos aspetos distintos que aborda em toda a sua duração, dá-nos a quantidade suficiente de informação para nunca mais se comer no McDonald´s e ficar-mos a odiar os americanos no geral. Assim a modos que um pouco mais que o habitual.

A quem não viu ainda, acho que seria uma boa oportunidade, para entenderem um pouco mais onde chega a levar a ganância pelos lucros...

E na vossa opinião? Gostam? Não gostam?


Fox

domingo, 8 de abril de 2012

Motel





Mais tarde ou mais cedo, eu teria que vir aqui falar deste assunto...

Faz agora umas semanas que passeava na Bella, quando passei por um Motel, sendo relembrado deste tema sobre o qual hoje estou a escrever.
Na verdade nunca fui a nenhum, mas foram muitas as vezes em que me ocorreu experimentar. Andava sempre a dizer à ex que gostava de ir usar o duche e tal...
Mas nunca houve essa oportunidade. Chegamos a ir para Hotéis algumas vezes, mas tenho a impressão que a aura que envolve todo o ritual seja diferente. 

Paranóia? Não sei, talvez. Mas que interessa isso quando o tema é o prazer?

Não que o lugar seja imperativo quando se trata de explorar o nirvana dos sentidos, mas creio que todos nós gostemos de modificar as rotinas e os hábitos de formas inovadoras, ou meramente distintas.
Ainda que a minha vontade na altura não tenha sido explorada, já que “se um não quer dois não dançam”...

Mas e vocês? Que opinião detêm sobre este assunto? Espero que não seja tabu...


Fox

sábado, 7 de abril de 2012

Our world III




É a crise...
Será mesmo?!
Um simples negócio então? Quem será o culpado? Bem o corpo é dele, logo...
Ou será que é culpa do Jobs, lá do outro lado?

É de mim ou estamos no fim mesmo?
Se me anunciarem ainda este ano que o Apocalipse está eminente, não ficarei admirado.


Fox

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Chocolate



Existirá alguma relação estreita entre a carência emocional e a necessidade por chocolate?!
Dizem que sim, não sei dizer bem, nunca me f###### o coração como a última o fez, por isso não sabia bem o que implicava toda esta panóplia de novas sensações e dores.
Sempre terei sido apreciador, em especial de chocolate negro, amargo, como qualquer um, mas nem todos me deixam fã, aprecio o Toblerone Negro, sendo este talvez o meu favorito.

Fazendo um pequeno exercício mental, constato que ultimamente dou por mim a sentir necessidade de “assaltar” mais frequentemente as embalagens, especialmente enquanto vejo um filme.
Como vejo imensos filmes, logo “assalto” imensas vezes o chocolate, logo estarei imensamente carente... Porra!!!
Falta-me algo, isso até uma toupeira conseguia ver, mas em que me ajuda o chocolate afinal? E amargo ainda por cima!

Vós Ninfas do Amor, descendentes de Afrodite, abençoadas sejam por todo o bem que nos proporcionam, tendo ele a conotação física e espiritual merecida, mas sinceramente?
“Raios vos partam!”
O Adão, bem que já deveria estranhar ser tudo tão calmo e perfeito, até a Eva arranjar problemas com o Senhorio por causa de uma maça.
Uma de vós apenas, consegue fazer um Homem sentir em sequência repentina variadas sensações, amor, sofrimento, ódio, saudade e mais tarde o deixar a minguar por nova dose! Pura malvadez!
Acho que vou ali buscar um triângulo de Toblerone...


Fox

quinta-feira, 5 de abril de 2012

My poem XIV



Existem dias que chegam sem pedir
Trazendo consigo um grande pesar
Numa negra espiral me deixa cair
Sem eu saber quando a queda irá parar

Constantes pressões sempre a progredir
Constantes desilusões sempre a desmoralizar
Bem tento a todo o custo reagir
Mas é muita carga e sinto-me sufocar

Já vão meses desde o meu ultimo rir
Só me recordo de sensações de amargurar
Não tem havido momento feliz a surgir
Apenas chatices para me sobrecarregar

Por tudo aquilo que me faço possuir
Muito feliz me devia considerar
Mas nem assim consigo sorrir
Não sei o que me está a faltar

Um equilíbrio a vida me devia permitir
Para mais fácil eu a enfrentar
Mas só uma situação fugaz para me iludir
É tudo o que me vem a apresentar

Não sei como o destino a deixou vir
Fazendo-a entrar muito devagar
Mas sem estar em sintonia o sentir
Mais uma que acabará por me magoar

Assim terei que parar de agir
E à solidão acabar por me entregar
Da sua presença nunca vou usufruir
Mais vale deixar de coisas imaginar

Desde que tudo começou a ruir
Muita gente já consegui ajudar
Mas disto sozinho não consigo sair
Sinto-me fraco para batalhar

Apetece-me de tudo isto fugir
Na mota me fazer montar
Simplesmente a estrada seguir
Desconhecendo onde ela me vai levar


Fox

terça-feira, 3 de abril de 2012

Tattoo



Não sei dizer de onde terá vindo a iniciativa de fazer a primeira, mas sei que depois dessa, todas as outras não requerem tanto esforço.
Atingindo quase o ponto de ser um vício, coisa estranha de se explicar, mas verdadeira como qualquer “tatuado” o poderá confirmar.

Terá sido numa das grandes mudanças que a minha vida teve, que a primogénita foi escolhida, a fase deixou marca vincada para o que a personalidade viria a ser hoje, tendo imortalizado essa transição com uma impressão na pele.
Foi um longo e "picante" sacrifício, dado o tamanho e quantidade de detalhe, mas o resultado agradou-me imenso, tanto que desde ai mais duas vieram fazer companhia a essa primeira.

Todas possuem uma mensagem, não serão apenas pinturas aos meus olhos, ao vê-las relembro o seu significado.
Passados todos estes anos, continuo a adorar todas na mesma proporção, tal como quando as fiz.

Mas e vocês? Gostam? Alguém tem?


Fox

domingo, 1 de abril de 2012

Search



Elas não falam. Elas não respondem. Elas são aborrecidas.

Limito a mim mesmo a necessidade de olhar as paredes de casa, com todo o silêncio que as mesmas libertam. Não declaram a mínima intenção de me dizer o que quer que seja.

Queria respostas. Queria perguntas. Queria dialogar. 

Saio galgando kms com recurso ao esforço físico para me manter a mente ocupada. Procuro por algo. Não sabendo bem o quê, perpetuo a distância, na expectativa de reconhecer quando o vir. Paro.

Encontro a beleza do grande azul a cavalgar indefinidamente contra as rochas, na sua teimosa vontade de empurrar a terra e ampliar o seu domínio molhado.

É deslumbrante. É tranquilizador. É agradável. É barulhento.

Mas não me responde mais do que as paredes. Parto.


Fox