sexta-feira, 15 de junho de 2012

Illusion.



Desejo-te.

Viajo sozinho, perdido algures entre sonhos irreais.
Almejando conseguir agarrar o que a realidade me nega.
Nenhuma matéria corporal lhes é atribuída, são meras ilusões da minha criação.
Enquanto sonho, não vivo, no entanto não sofro.
Sinto que me iludo com esta ilusão, escudando-me do que é real.
Sabendo isso, continuo a entregar-me para te possuir.
Antes te ter numa ilusão, que enfrentar a realidade só.

Muito.


Fox

8 comentários:

  1. Triste e romântico...
    É verdade, às vezes sonhar é muito muito bom, nem que seja só por um bocadinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sonhar é a nossa aproximação ao nível de "demi-god", somos tudo, fazemos tudo.

      Eliminar
  2. Talvez todos nós, Fox, tenhamos um objeto de desejo irreal, um sonho capaz de desnortear nossos pensamentos mais racionais...
    Mas, a realidade é o lugar onde vivemos! Os sonhos só servem se forem transformados em realidade! Transforma o seu!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah como seria bom tornar os sonhos realidade.
      Mas por vezes é uma tarefa hercúlea.

      Eliminar
  3. Comecei a 'acompanhar-te' tem pouco tempo, mas do que tenho lido tenho gostado muito! És profundo... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado *Moon*, lê à vontade, ainda tens bastantes linhas com os meus desatinos.
      Sê bem vinda. ;)

      Eliminar