terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Challenge V

Desta feita trago mais um desafio colocado pela Lost Lenore, cujo objectivo é incentivar à leitura, enunciando um livro que tenhamos tido especial ênfase aquando da sua leitura ou que de algum modo seja favorito. Em seguida deveria passar o mesmo desafio a terceiros, mas como vocês já se devem ter apercebido, poucos blogs frequento além dos que vou enunciando ocasionalmente. Assim para que não me volte a repetir, deixo em aberto neste "post" para quem quiser enunciar algum livro é bem vindo, porque adoro ler e estou sempre receptivo a boas leituras.

Espero bem que participem, gosto que o façam, afinal este espaço vive da vossa colaboração.

Assim sendo, vou então enunciar alguns que me lembro mais facilmente, não possuindo nenhum que para já me tenha "marcado" a vida...

  1. Saga A Song of Ice and Fire de George R. R. Martin, já aqui vos falei dela anteriormente mas volto a falar porque depois de ler isto não será qualquer livro que nos irá marcar em termos da complexidade de criação de personalidades distintas para as personagens. O enredo é sempre profundo bem como as complicações que ocorrem com escala gigantesca de repercussão. Hum... Já me apetece voltar a ler...
  2.  A filha do capitão de José Rodrigues dos Santos, terminei de o ler apenas a alguns dias e gostei bastante. Devo dizer que depois do meu "trauma" no Sétimo Selo, não lhe esperava uma história deste calibre. Mas conseguiu me prender de principio a fim, tendo apreciado bastante todo o enredo criado em volta da Primeira Grande Guerra. Acho que até merecia um filme... Tinha história para isso.
  3. O doce veneno do escorpião de Bruna Surfistinha, faz agora uns anos que o li mas trago-o sempre na memória. Profundas experiências de vida, retratadas de uma forma bastante simples na abordagem mas com impacto.
  4. As oito dádivas eternas da vida de Paulo Carvalho, este género de livro não costuma ser do meu agrado mas enuncio-o aqui porque me foi indicado na pior fase pela qual já passei, por uma pessoa que aparentemente o destino colocou na minha vida apenas para ela mo indicar... Ainda hoje penso nisto, realmente a vida dá cada volta. Enfim, quem sabe se não poderá ajudar alguém como me ajudou a mim.
  5. Sexo sem tabus de Marta Crawford, este sim já é o meu género como se devem aperceber... Porque as mulheres merecem tudo e temos que nos manter ao melhor nível para lhes proporcionar o que merecem, logo devemos nos instruir o mais possível de modo a poder fazê-lo. Ninguém nasce ensinado, nem nenhum é "o maior da rua" como "alguns" julgam, logo existe muito para aprender. Está mais do que na hora de reparar as queixas de todas as damas mal amadas...
Pronto, a missão está concluída. Espero que sirva de algo a alguém. Nem que seja apenas a uma pessoa já será uma missão de sucesso da minha parte. Aguardo possíveis sugestões de leitura da vossa parte...

 
Fox

20 comentários:

  1. :)
    Eu confesso que folheei o livro da Bruna na fila do supermercado aqui há uns anos atrás lol não fiquei chocada nem surpreendida...
    Mas em relação aos outros, também gosto do George R.R. Martin e espero pelo resto da saga assim como da série. É um vício :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ela teve experiências que mexem profundamente com uma pessoa...
      Podes crer, que vicio virtuoso.

      Eliminar
  2. Olá Fox,
    Pode não ser sugestão de leitura mas alguns dos livros que mais gostei de ler foram:
    "A casa dos Espíritos" de Isabel Allende
    "O Alquimista" de Paulo Coelho
    "Queimada viva" de Souad
    "Uma promessa para toda a vida" de Nicholas Sparks

    Rosa Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que já estive com o "Queimada viva" na mão, mas nunca li nenhum desses.
      Sparks... As mulheres apreciam muito a sua escrita, os livros dele são todos de romances não é?

      Eliminar
    2. Não posso dizer que li muitos livros deste autor, mas sim ele é um romancista.
      Quanto ao facto de as mulheres gostarem de romances, talvez seja da essência feminina...

      Rosa Maria

      Eliminar
    3. Será parte constituinte da essência feminina acreditar na possibilidade do romance? Talvez...
      O homem normalmente quando se "queima", aprende...

      Eliminar
    4. Por um lado ainda bem, assim não te "desiludes" mais.
      Eu não aprendo e continuo a acreditar, além de acreditar cada vez menos. Será ingenuidade minha ou a forma que encontrei para seguir em frente?!

      Eliminar
    5. Bem quanto a isso apenas tu poderás responder, no meu entender custa-me um bocado passar novamente por determinadas situações em que me "queimei" previamente, assim prefiro "aprender".
      Existem muitos gestos que fazemos revestidos com magnificas intenções, mas um dia mais tarde o castelo cai, o cavalo espanta-se e o cavaleiro cai ao chão. Olha em redor e observa que o sopro do tempo apagou tudo o que foi feito como se nada fosse.

      Eliminar
    6. Entendo-te perfeitamente...
      Nos dias menos bons sinto exatamente como descreves, mas, para mim, torna-se mais fácil pensar que nem sempre será assim. É como ver uma luz ao fundo do túnel... Dá sempre um pouco mais de alento.

      Eliminar
    7. Já não sou fácil de ganhar ilusório alento, tantas foram as luzes brilhantes que pensei ver ao longe e ao aproximar-me apercebi que não passavam de meros vestígios de uma fraca vela...

      Eliminar
    8. Digo que não são as pessoas que me desiludem, eu é que me iludo com elas.
      Sofro, não me perdoo mas tento (nem sempre consigo) tirar uma lição, aprender com os erros e ser cada vez melhor, mais atenta ao que me rodeia e dar mais valor ao que tenho e a quem está comigo.
      Tudo isto é sem dúvida muito bonito escrito, bem mais difícil é viver com isso.

      Eliminar
    9. Ora agora escreveste bem, a realidade é bem diferente de viver quando daquilo com o que dizemos ou escrevemos.

      Eliminar
    10. Por ser sonhadora não quer dizer que não seja realista :)

      Recuso-me a aceitar que não existam pessoas boas e com boas intenções...

      Rosa Maria

      Eliminar
    11. Existir até existem mas são poucas.

      Eliminar
  3. "O homem em busca de um sentido" de um ser humano fantástico Viktor E. Frankl, é o que me ocorre sugerir-te ao ler esta publicação e uma anterior "Dreamer".
    Bom fim de semana

    Brenda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum, tenho que averiguar. Qual o enredo?

      Eliminar
    2. Fox o livro retrata a vida dum psicoterapeuta em Auschwitz, a forma como ele consegue sobreviver, a importância de ter objectivos, sonhos, etc.

      Brenda

      Eliminar
    3. Deve ser muito interessante. Vou procurar.

      Eliminar
  4. Adoro ler, e os livros que mais gostei até agora e que acho que estão muito bem escritos são:
    "Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón;
    "Diário de um Mago" de Paulo Coelho
    "Mal entendidos" do Dr. Nuno Lobo Antunes
    "Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra no Mar?" do António Lobo Antunes
    "Ensaio sobre a Cegueira" de José Saramago
    Um próximo livro que quero ler é "Não é meia noite quem quer" de António Lobo Antunes

    ;)**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente, mais uma lista a procurar.
      Já tenho aqui alguns títulos para me manter entretido no pouco tempo livre que disponho.

      Eliminar