terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Fresh start



Poucas horas nos distanciam de 2014. O tempo voa e quase nem nos apercebemos disso. É um ciclo que rapidamente se repete sem grandes modificações. No entanto, gosto de pensar que todos os dias 1 de Janeiro se afiguram como signo de um novo começo. 
Uma mera desculpa para tentarmos fazer algo diferente, independentemente da sua escala de grandiosidade.

Por isso desta vez vamos tentar fazer algo de diferente...

Feliz Ano Novo.


Fox

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Good movie? Hell yeah XVI


É um filme antigo. 
É um filme diferente.
É um filme inteligente.


Por tudo isto, é fabuloso.

Bem diferente do que normalmente estamos habituados a ver, não exige muitos atores ou complexos enredos que nos confundem e deixam na expectativa. A sua simplicidade é de tal ordem que nos leva a fazer a única coisa que realmente importa. Pensar na vida.


Fox

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Gift of happiness


Por vezes questiono-me acerca do que realmente representa o Natal para as pessoas. Se uma mera exposição de materialismo e consumismo desenfreado ou estima por valores emocionais e signo de aproximação familiar. Quando se chega a esta época do ano, gosto sempre de avaliar o comportamento que os outros apresentam comigo, pois a exposição dos seus comportamentos diz muito acerca das suas naturezas.

No final, caem as máscaras e vemos que entre muitos estamos sós. Daí nasce a convicção de que a felicidade nasce em nós mesmos e nunca na interação com terceiros. Quanto muito, esses podem amplificar aquela que criamos em nós mesmos.

Viver por nós e para nós. Partilhando um pouco com os poucos que nos estimam e rodeiam. Simples assim.


Fox

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Merry Christmas II



Demorou mas consegui!
Desenhei tal e qual uma criança de seis anos, mas isto de usar um rato não torna a tarefa nada simples.

Um dos dias mais esperados ao longo de todo o ano está quase aí, portanto será altura de desejar um Santo e Feliz Natal, a todas aquelas que perdem um pouco do seu tempo para ler as parvoíces que me saltam do intelecto. 

Espero que tenham uma época verdadeiramente natalícia com toda a magia que merecem.

Feliz Natal.


Fox

Good book IX


Colonel Chabert por Honoré de Balzac

Aprecio imenso a escrita de Balzac, é real, nua, crua e nela facilmente se encontram ensinamentos de altos valores e estimadas lições de moral. Nesta pequena obra, tomamos contacto com as desventuras de um homem que passa de reputado Coronel a perfeito desconhecido. Tudo devido a uma mulher. Realidade mais próxima da dos nossos dias seria impossível. A quem tenha despertado a curiosidade acerca dos sacrifícios que homens honrados fazem, aqui fica um bom exemplo a ser descoberto...


Fox

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Brunette

Quando me questionam acerca do conceito mais perfeito de beleza humana no feminino, não consigo deixar de imaginar a simples perfeição representativa da vulgarmente denominação de "morena".

Existe um qualquer encanto nesta dimensão de mulher que não consigo explicar de nenhuma forma através de palavras. A cor de pele, de cabelo, de olhos, os traços faciais, as curvas corporais, enfim, toda uma mistura de encantos simplesmente irresistíveis.

Para mim, claro. Mas ainda assim, quem não encontra deslumbre em qualquer uma destas belas mulheres?

Any brunette out there?


Fox


Amanda Peet

Marisa Tomei
Jennifer Connelly
Monica Belluci
Olivia Wilde
Elizabeth Hurley
Evangeline Lilly
Megan Fox
Adriana Lima





domingo, 15 de dezembro de 2013

Good movie? Hell yeah XIV



Ontem foi uma tarde dedicada à sétima arte.

Assim, fui juntamente com o C. para dentro de uma sala cheia de pessoas ávidas pela chegada da continuação da épica saga de Tolkien.
É sempre um prazer ver os trabalhos de Jackson mas devo dizer que desta vez esperava um pouco mais desta película. Tenho vindo a ser mal habituado e quero sempre melhor ou então esta demonstrou-se um pouco inferior à sua predecessora. Ainda assim foi um bom serão.

Devo dizer que as Elfo me agradam. Bastante.


Fox

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Who?


Eu sou "old school". Isso é mais do que ponto assente. Alguns comportamentos não adopto.

Gostaria que se possível, alguém me explicasse como é concebível adicionar pessoas no Facebook sem sequer se conhecer a pessoa que se adiciona. Não bastava que esse elemento de ligação se intitulasse de "amigo", ainda por cima ocorre inúmeras vezes com desconhecidos.

Muito educadamente envio uma mensagem a referir que vi o pedido e pergunto se já nos conhecemos. Resposta? Pois, não existe. WTF?!
Enviam-me um convite e nem se dignam a responder a uma mensagem? Que tempos são estes afinal? Cada vez mais compreendo o pensamento de Bauman.

Resultado, tenho imensos pedidos que não aceitei. Óbvio. No meu tempo levávamos isto a sério.


Fox

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Sex




Faz falta.

Faz muita falta.

Faz mais falta ainda quando penso nisso.


Fox

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Theater


Sexta-feira.

Dia sempre esperado como signo do início de um descanso merecido. É cobiçada a sua chegada mas nem sempre prevista a sua ocupação. Hoje porém, será diferente.

Uma ida ao teatro para fugir da teatralidade que a nossa realidade representa diariamente. Irónico, não?


Fox

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Good book VIII


The Three Musketeers por Alexandre Dumas

Todos conhecem este enredo. Todos o viram nos desenhos animados (se forem desse tempo) ou então em várias adaptações ao cinema. No entanto, isso apenas vos forneceu partes separadas de uma mais ampla trama que Dumas imaginou e colocou no papel. A obra original é um prazer saboreado desde o seu inicio até ao fim. 
Entreguem-se ao risco e à aventura através das peripécias deste grupo de amigos. Irão adorar cada instante.


Fox

domingo, 1 de dezembro de 2013

RIP



A vida é e sempre será para o humano, uma mera existência efémera. Talvez nesta disposição consigamos encontrar no dia-a-dia, a beleza das pequenas coisas que nos animam e dão cor ao mundo. É preciso ambicionar a felicidade como bem supremo e encetar esforços para a atingir, saboreando tudo como se o amanhã não existisse. 

A felicidade de alguns de nós, surge em domínios considerados mais perigosos do que outros, nós sabemos, mas é algo de que não conseguimos fugir. A nossa felicidade reside ai mesmo. O Walker sabia disso e vivia dessa mesma felicidade. Faleceu a fazer algo que amava.

Rest in peace, brother. The Skyline waits somewhere else for it´s driver.


Fox

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Bogeyman


Por vezes pergunto-me se não serei visto como o "papão"...

Um mero convite, proposto a uma mulher para uma saída a dois não deveria ser entendido apenas como uma saída onde se toma um café e trocam-se algumas ideias? Não faz parte do nosso processo de comunicação interpessoal? No meu tempo fazia...

Por vezes sinto que elas pensam que as quero "papar" e fogem de mim. Isto é estranho... Será que tenho algo escrito na testa ou possuo aspeto de Casanova? 

Hoje foram mais dois casos assim. Enfim. Nem para se conversar encontram mulheres disponíveis.


Fox

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Logic

Percorro este meu trilho sinuoso sem mapa nem orientação. 
Não sei onde me leva pois o amanhã é escuridão, mas o hoje é encoberto e assim vou caminhando. Sozinho, trago como companhia a minha consciência, eterna acompanhante racional que faz de mim aquele que à lógica tudo dedica. Contudo, algo está em falta, uma parte que se revela como ausente. Mas esta ausência que se evidencia não deve razões à razão, é a própria emoção que em mim vive pálida que anseia por uma explosão. Uma deflagração de sensações que a razão ou a lógica não consigam nada dela explicar. Pois não desejo raciocinar apenas sentir.


Fox

terça-feira, 26 de novembro de 2013

England


O P. está em Inglaterra a trabalho durante uns meses mas veio cá de fim de semana e o grupo reuniu-se. Depois das perguntas óbvias acerca do óbvio, começamos a cair na dimensão do superficial, portanto questionei-o acerca das mulheres inglesas...

Rapidamente me disse que são iguais no invólucro mas diferentes na essência. Muito mais vaidosas na hora de sair para a noite, preparam-se como se fossem a festas de grande gabarito. Acompanhando esta tendência com uma mais aberta forma de estar e de se relacionar com os homens. 

Se algum homem as cativar, prontamente lhe sorriem sem grande hesitação, o que por si só já deixa o P. agradado. Já lhe fizeram isso diversas vezes desde que lá está, sem sequer ter tentado nada. É diferente do panorama que aqui vivemos em que ainda persiste uma notória subserviência por parte do homem com vista a conseguir alguma proximidade.

Ele sente-se com alguma dificuldade de manter a sua honra intacta, dado ao interesse que as inglesas possuem em nós, facilmente confundindo-nos com italianos. Aparentemente somos alvos de grande interesse devido ao nosso aspeto tradicionalmente latino...

Ora bem pondo isto, tanto eu como o C. ficamos amplamente curiosos e a equacionar, se uma possível mudança de ares não será exequível.


Fox

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

China

Se eu já achava a situação do Japão estranha e de alguma forma complexa, então o que dizer acerca da realidade Chinesa...

Segundo uma reportagem que visionei alguns dias atrás, por terras deste país asiático escolhe-se a cara metade por dinheiro. Tal como outrora se impunha o costume do dote, agora os contornos modificam-se ligeiramente com vista a um futuro auspicioso e a uma vida mais ri$onha. 

Assim, se for um homem de posses é um partido interessante se não o for é relegado. Pelo outro lado, se a mulher tiver mais de 25 anos já é difícil de conseguir encontrar quem a queira. De salientar que não está em causa o aspecto físico, capacidade intelectual, emocional ou outros que tais. Não, apenas o extracto bancário e a idade. Acima dos 25 anos já começa a complicar a situação.

Então o que se deve fazer para resolver a situação? Considerando que os jovens poderão apresentar alguns problemas em encontrar alguém dentro do prazo definido, como seria de esperar, entrega-se essa responsabilidade aos progenitores. Tolera-se que os pais façam publicidade dos filhos em feiras ao ar livre, como se de mercadoria se tratassem.

Mas que planeta é este mesmo?


Fox

domingo, 17 de novembro de 2013

Lisbon


Foi cansativo. Foi inebriante. Foi inesquecível.

1 dia
700kms
6h em viagem
2h em concerto

Pouco explorei a cidade durante a noite, a intenção não seria essa, mas gostei do pouco que vi. Especialmente das mulheres, pareceram-me muito apelativas. Vá lá, nem tudo é mau lá em baixo...


Fox

sábado, 16 de novembro de 2013

Rock out!



Alguém quer saber onde mais logo irei estar?

Será no Coliseu dos Recreios, a ouvir rock pela fantástica banda dos Alter Bridge. 
Quem não conhece mas gosta do género, pode procurar um pouco pelo youtube e irá certamente ficar viciado. O seu mais recente trabalho, Fortress, é um cd absolutamente formidável.

Estou empolgado... Alguém daqui vai?


Fox

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Draw me


Foi estranho.

Enquanto transitava hoje de comboio, emerso na história que vinha a ler no tablet, senti-me de algum modo observado. Frente a mim seguia sentada uma jovem que me aparentou ser aluna de belas artes, dada a panóplia de utensílios que trazia consigo. A certa altura abriu um enorme livro de gravuras e começou a desenhar umas linhas confusas e indistintas. Pouco a pouco começou a ganhar forma até evidenciar traços semelhantes à minha fisionomia.

Talvez tenha sido motivo de inspiração ao esboço. Seria a primeira vez.

Foi estranho.


Fox

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Presence

Sinto-te.

Sinto-te como um suave perfume que docemente me beija a pele.
O teu aroma inunda-me os sentidos mas não o consigo ver.
Sei que esta lá mas não está presente.
Em dias cinzentos assemelha-se apenas a uma ilusão real.
Em dias luminosos quero-o agarrar para o poder fazer meu.
Mesmo sem estares presente de forma corpórea.

Sinto-te.


Fox

sábado, 9 de novembro de 2013

Casual Sex



Uma relação acarreta dedicação.

Uma relação séria acarreta muita dedicação.

Por vezes não a temos para dela dispor ou a disponibilidade é quase nula, veja-se o exemplo do Japão. Desta forma, em alguns momentos apetece encontrar uma escapatória rápida, simples e eficiente que não sobrecarregue a nossa ocupação. Sem grandes aproximações ou justificações que compliquem o que pode ser simples. Afinal os "solteiros" também deviam poder sentir, ou não?

Que pensam as mulheres acerca do sexo casual? Como vêem a questão? Concordam? Discordam? Praticam?


Fox

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Good book VII

Harry Potter por J. K. Rowling

Sim, li. Não, não tenho vergonha de o admitir. 

É uma excelente obra de literatura, capaz de fazer sonhar até ao mais descrente leitor. A criação de todo aquele mundo revela uma formidável capacidade de escrita e uma profunda imaginação. Não vejo a obra como uma história de crianças, ainda que tenham sido estas a fomentar a tremenda popularidade que a obra granjeou pelo globo.

Na minha opinião continuo a achar que se trata de uma tremenda lição de vida mascarada de história infantil, onde as crianças são incapazes de detetar a mensagem subliminar que se encontra presente. Funcionando assim a dois níveis, um mais superficial e aparentemente simples e um outro bem mais profundo onde apenas um adulto consegue desconstruir a realidade e chegar até ao cerne da questão apresentada. Escrever assim dá muito mais trabalho...


Fox

domingo, 3 de novembro de 2013

Wrong way


Pois é...

Nem com a ajuda do Shiuuuu lá vou.

Tenho de começar a pensar em ficar para "tio" como se costuma dizer. Tive pena que não tivesse resultado mas a vida é mesmo assim, não controlamos o nosso destino. Por melhores que possamos ser, sem química não se faz nada. No entanto, tive o privilégio de conhecer uma mulher com uma personalidade absolutamente deslumbrante e encantadora. Talvez do melhor que já conheci na vida. Faz acreditar que talvez ainda haja esperança de não serem todas mais do mesmo.

Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo. Algum homem um dia irá ter imensa sorte se merecer esta mulher.


Fox

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Lovers

O sol ilumina o verde que se espalha pelo chão.
Tudo em redor brilha num suave tom dourado.
Folhas pairam desgovernadas ao sabor de uma pequena brisa.
Árvores dançam num ritmo calmo que não as desloca.
Dois vultos sentados no banco estão imóveis como estátuas.
Entre si palavras não são ouvidas.
Nem gestos são notados.
Apenas olhares e sorrisos são mostrados.
O mais perfeito momento entre dois amantes é visto no silêncio.


Fox

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Good book VI

As oito dádivas eternas da vida por Paulo Carvalho

Não foi nesta época que o li, mas fez-me muito bem quando mais precisei de orientação. Todos nós passamos por situações ao longo da vida em que perdemos o norte de tal forma que não temos noção do que fazemos. A minha desorientação ocorreu aquando do término da mais longa relação que tive. 

Não tenho por hábito ler este género de obra, mas foi a recomendação de alguém que parece ter surgido na minha vida apenas para me recomendar o livro e desaparecer pouco depois. Realmente a vida possui episódios muito estranhos. Mas o que é importante, é que de alguma forma a leitura do livro ajudou um pouco a prosseguir o caminho.

Uma das maiores lições que aproveitei desta obra, foi aquela que diz não valer a pena empurrar uma porta fechada. Nesses casos o melhor é dar um passo atrás e olhar em redor, iremos encontrar imensas outras portas entreabertas...


Fox

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Responsibility

Ela canta, pobre ceifeira

Ela canta, pobre ceifeira,
Julgando-se feliz talvez;
Canta, e ceifa, e a sua voz, cheia
De alegre e anónima viuvez,

Ondula como um canto de ave
No ar limpo como um limiar,
E há curvas no enredo suave
Do som que ela tem a cantar.

Ouvi-la alegra e entristece,
Na sua voz há o campo e a lida,
E canta como se tivesse
Mais razões pra cantar que a vida.

Ah, canta, canta sem razão!
O que em mim sente ‘stá pensando.
Derrama no meu coração
a tua incerta voz ondeando!

Ah, poder ser tu, sendo eu!
Ter a tua alegre inconsciência,
E a consciência disso!
Ó céu! Ó campo! Ó canção! A ciência

Pesa tanto e a vida é tão breve!
Entrai por mim dentro!
Tornai Minha alma a vossa sombra leve!
Depois, levando-me, passai!

Fernando Pessoa


Como sinto em tantas vezes e mais vezes ainda, aquela vontade de não sentir o malfadado peso da responsabilidade sobre os meus cansados ombros. Verga-me as costas agravando o laborioso trabalho de ultrapassar as enormes pedras que no caminho surgem. Entre crateras e pedras, parece que caminho décadas e décadas sem interrupção, quando o que queria era poder voar. Nada fará sentido se for apenas assim. Não pode ser assim. Mais terá de existir.

Quero voar. Voar de mão dada, sorriso nos lábios e brilho nos olhos. 


Fox

Moment

É uma estranha sensação, aquela em que durante um momento especial nos perguntamos se será mesmo real. Instintivamente temos a noção de que um acontecimento é efémero e como tal, ocorre e esvanece. Assim, tentamos perpetuar o momento mas a ampulheta não cessa a queda dos grãos de areia e tudo o que resta é uma recordação viva na memória. É uma pobre sombra do colorido filme que se viveu mas é o suficiente para alimentar a pequena chama que grassa por um novo momento.


Fox

domingo, 20 de outubro de 2013

Good book V

Sexo sem tabus por Marta Crawford

Porque a instrução nunca pecou por excesso, nem ninguém nasce ensinado, é importante ler obras como esta. Passamos a vida a aprender imensos factos distintos, então por que não aprender sobre aquilo que une duas pessoas num laço profundo de intimidade? O sexo é saudável e deve em todo o seu esplendor ser falado, experimentado, melhorado. Não seria esta sociedade um local mais interessante para se estar se vivêssemos o sexo mais abertamente?


Fox

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Age



A idade.

Incontornável símbolo que se cola a cada um de nós desde a nossa primeira inspiração até ao momento da ultima expiração. Para uns significa tudo, para outros não significa nada. No entanto, todos nós temos uma.

O que vos diz a idade? É elemento dissuasor da vossa interacção com outros? É impeditivo no vosso relacionamento amoroso? Estimam pessoas experimentadas? Ou preferem a juventude?

Tal como havia escrito anteriormente, achei interessante o rumo que um dos posts estava a ter quando a Ana Pereira lançou o mote à discussão das idades, de modo que decidi aproveitar o tema.


Fox

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Half smile

Um meio sorriso esboçado.
Um fio de cabelo caído.
Um olhar capturado.

A ternura do seu rosto conquista-me sem oposição. A beleza da sua alma prende-se sem correntes. Não quero resistir, não quero fugir. Quero apreciar. Quero o poder de parar as areias do tempo e as horas domar. Para entre suspiros e murmúrios apenas a apreciar.


Fox

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Good movie? Hell yeah XIII





Devo dizer que não sou fã dos filmes de língua portuguesa, ainda que este quase nenhuma tenha além de alguns palavrões, "cheira" a Portugal. Assim, a curiosidade da cotação no IMDB juntamente com o burburinho que pelo país circula, chamaram-me à atenção a este filme.
É um tanto estranho para mim, ver atores portugueses a atuar usando tanto da língua francesa e tão pouco do português mas mesmo numa língua diferente da materna a sua prestação é excelente. Estamos perante um formidável enredo que conta com um excelente leque de profissionais como todos facilmente deduzem. 

Vejam, pois o filme é de muito boa qualidade. Acredito que será um serão muito bem passado.


Fox

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Good book IV

A Arte da Guerra por Sun Tzu

Já fazia imensos anos que queria colocar os olhos numa versão digna desta antiquíssima obra de literatura. Sendo já muito antiga e escrita em chinês na sua versão inicial, é sempre complicado ter acesso a uma versão que apresente uma boa tradução. Mas com muita sorte minha, o C. ofereceu-me uma deslumbrante edição especial encadernada a seda vermelha, que aparenta ser bastante fidedigna. 
É um prazer ler as palavras de Tzu e constatar que mesmo após milhares de anos volvidos, os seus ensinamentos continuam tão presentes e revestidos de carácter multidisciplinar.


Fox

domingo, 6 de outubro de 2013

Going out

A agenda é apertada. As tarefas são imensas. A omnipresença não é uma possibilidade e o tempo escasseia. Quando se metem mulheres pelo meio, algumas prioridades se alteram em prol de outras...

Por outras palavras, em oposição ao que habitualmente acontece, passei todo o dia de ontem sozinho. Além dos afazeres habituais dos rapazes, houve mulheres à mistura durante a noite, de modo que deambulei pelas ruas usufruindo apenas da minha própria companhia.

Com ou sem acompanhantes, não me fecho em casa. Saio e entrego-me à noite, observando em silêncio e profunda reflexão tudo aquilo que vejo. O sabor de um amargo café e o aroma de uma cigarrilha são as minhas predilectas sensações.

Entre inúmeras vozes estou rodeado de silêncio. Não falo, não ouço, observo.

Cada vez mais me repugnam alguns comportamentos perpetuados por indivíduos presentes na nossa sociedade.


Fox

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Fetish


Quando li esta notícia quase pensei imediatamente que o sexo é perigoso, pode matar! 
Mas na realidade, perigosos são os fetiches que algumas pessoas possuem. Até se compreende que a rotina seja saturante mas temos de ter um pouco de noção quando ultrapassamos alguns limites...

Que dizem vocês acerca dos fetiches? 

Quem por aqui os tem? Se houver algum que possa ser partilhado, estejam à vontade...


Fox

domingo, 29 de setembro de 2013

Our day



Que dia é hoje?

É o nosso. Isso mesmo. De todos aqueles que escolhem (ou não) estar sozinhos. Não é melhor, não é pior, é diferente.

Quem estiver sozinha que levante o dedo...


Fox

sábado, 28 de setembro de 2013

Gamble



Por estar cansado de procurar

Por estar farto de falar sozinho

Por estar saudoso de um sorriso

Por estar cheio de desilusões

Talvez tenha chegado a hora de alterar as regras do jogo e ver o que sai nesta jogada. A aposta é mínima ou mesmo nula, o ganho pode ser igual, pouco melhor ou então um jackpot. Diria que neste caso em específico, as hipóteses de ganho são atractivas. Resta apenas esperar e descobrir. Shiuuuu é segredo...


Fox


segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Phone


Por vezes fico atónito com o comportamento de alguns humanos. Se o que mais procuramos for o contato e interação com outros das nossa espécie, por que razão quando se junta um grupos de pessoas num ritual de conversação, sacam todos dos seus telemóveis e ninguém fala com ninguém?!

Perante a oportunidade de interagir socialmente com os amigos e conhecidos, optam por se colocar atrás do visor de ferramentas tecnológicas? Mas que sociedade é esta? Que caminho levamos nós?

Presenciei este cenário lamentável num grupo de quatro casais, num qualquer sábado à noite. Sentaram-se, pegaram nos telemóveis e estiveram todos "ocupados" durante largos minutos. Todos cabisbaixos, sem vozes, sem risos, sem olhares. Deprimente.


Fox

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Shiuuuu.Friend



Que me dizem a esta iniciativa por partes dos responsáveis do Shiuuuu?


No meu entender, conhecer pessoas é sempre uma experiência fabulosa. É sempre um jogo de oportunidades e incontáveis possibilidades. No entanto, quando ocorre nem sempre estamos na mesma sintonia de onda, o que pode ser impedimento ao desenvolvimento de novas situações. 
Considerando que neste caso "correm" todas com a mesma finalidade, pergunto-me se através desta iniciativa encontrar-se-ão pessoas que se identifiquem de forma especial... 

Já agora alguém aqui vai concorrer?


Fox

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Good book III

Robinson Crusoe por Daniel Dafoe

Este titulo faz parte do lote de livros que todas as pessoas deviam ter oportunidade de ler uma vez na vida. Abraçar um livro é partir para um mundo da aventura fora da pesada realidade que nos rodeia. Nesta atribulada história de vida, uma tremenda aventura é delineada quase a régua e esquadro, por uma personagem dotada de grande capacidade mas com uma tremenda tendência para atrair tempestades e naufrágios...


Fox

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Never too hot


Em conversa com o C., acerca da bizarra situação que serviu de mote ao texto "Size, matter?!", chegamos à conclusão que em todos estes anos de relações, aventuras e desilusões, algo curioso se passou em todas elas... Nunca estivemos com nenhuma mulher que nos "roubasse o fôlego" na cama, ou seja, que fosse ardente o suficiente para nos deixar impressionados.

Visto isto, concluímos que ainda que tal se tenha sucedido, nunca condenamos ou afastamos nenhuma mulher por falhas nesse departamento. Tendo inclusive sempre tentado maximizar todas as nossas habilidades, por forma a fazer delas sempre o mais felizes que era possível.

Assim, verifica-se que conseguimos tolerar falhas quando "abraçamos" todo o ser. Pergunto-me se não é assim que deveria ser?


Fox


domingo, 15 de setembro de 2013

Feel

Dias existem em que a alma clama por aquilo que o corpo não recebe, mas que a mente mostra em difusas imagens quase sensoriais. 

Expande-se aquele desejo ardente em sentir...

A doçura de um olhar.
A suavidade de um toque. 
A humidade de um beijo.
A cumplicidade de um corpo.

A entrega sem receios ou fronteiras, sem tabus ou preocupações. Deixar cair a máscara e ser apenas quem se é. Nú e sem a proteção da armadura que diariamente escuda sentimentos e emoções. Esquecer a regência do tempo e saborear o momento pelo que é. Uma intrínseca partilha de sensações e emoções.


Fox

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Size, matter?!



Li e passo a citar: "Eu terminei com ele apenas por um motivo: o pénis dele era demasiado pequeno."

Que tempo são estes em que as mulheres nos descartam com base em juízos acerca de dimensões corporais?! Aspectos completamente fora do nosso controlo e sem possibilidade de alteração. Que é feito do sentimento, da atracção, da personalidade, das características individuais?

O rumo que as fêmeas desta geração levam, aponta para uma faceta completamente materialista e ausente de emoções. Escolhem-nos pelo extracto bancário, pelo carro, pela casa, pelo status, pelo tamanho...

Sinceramente começa a ser deprimente esta nossa posição na sociedade. Suspeito que devemos ter o "ritual de acasalamento" mais exigente de todo o reino animal! Quando apenas queremos encontrar o sentimento que nos faça sentir e levar a dar o melhor de nós mesmos.


Fox

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

City

Alguma sensação mágica e indescritível existe entre estas gigantescas paredes que me abraçam.
Uma aura eterna de encanto e romance está incrustada na brancura da pedra fria dos edifícios que longas décadas viram passar pela calçada. 
Por cima dos seus topos passam os raios do sol que me tocam a face, me aquecem o corpo e me iluminam a alma. 
Sentado num qualquer pedaço deste chão, inunda-me interiormente uma tranquilidade que me troca a palavra pela observação. 
Já tudo isto vi por inúmeras vezes, sem saturação ou cansaço possível de se abater sobre elas mais ainda as desejo ver.

Nestas ruas deambulo por deambular, sem rumo ou destino ter, apenas pelo prazer de aqui vaguear e a ela pertencer. 


Fox

sábado, 7 de setembro de 2013

Get out

Lembrei-me agora de um dia já bem distante no meu passado, no qual uma velha amiga me disse: "Pára de te meter na minha vida"...

Foram palavras irreflectidas, pronunciadas a quente numa situação de conflito, onde eu era o cavaleiro de armadura brilhante em socorro da donzela. Mas na vida real nem sempre o cavaleiro "ganha" o dia. Esta dama queria um alvo para canalizar a frustração que a situação lhe estava a causar e resolveu "atirar-me abaixo do cavalo".

Disse-lhe que levaria as suas palavras à letra e assim o fiz, afinal sou um homem de palavra. Naquele instante, 12 anos de amizade bastante próxima ficaram fechados, selados no passado. Nunca mais a procurei, nunca mais a vi, nunca mais lhe falei.

Agora uma amiga em comum veio-me contar que ele perguntou por mim e queria que essa amiga marcasse um encontro comigo para depois aparecer por lá a titulo de surpresa...

Como é que se pode entender as mulheres e as suas acções?!


Fox

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Far away

Vivemos dias de uma era profundamente comunicativa. "Hic et nunc". 

Conhecer alguém pode ser fabuloso. A semana que sucede o acontecimento pode ser fabulosa. A seguinte também. Mas depois tudo o que parece restar é apenas uma difusa lembrança. Conhecemos sem conhecer.

Agora queremos tudo no momento ou perdemos o interesse. Já não é como me lembro, como cresci a ter de fazer. O avanço tecnológico que nos suporta, impõe um gigantesco impulso para absorver tudo o que a pessoa é. Em poucos dias ficamos a par do que antigamente levaria meses a descobrir. Assim, em pouco tempo sentimos a ânsia abrandar, o assunto a vaguear, as perguntas a esgotarem-se... 

Talvez como nunca até agora, este velho provérbio de sabedoria popular tenha feito tanto sentido. 

"Longe da vista, longe do coração".


Fox

domingo, 1 de setembro de 2013

One down

Acho que posso dizer que me encontro feliz. Não por mim mas por ele.

Faz agora uma semana que o P. oficializou o namoro com a dita cuja. Não julguei que ele fosse facilmente apanhado nas malhas da paixão, será talvez aquele que menos valor dá às relações, no entanto, a persuasão feminina é difícil de enfrentar... 

Passa a ser menos um excelente homem no "mercado livre" e a nossa "wolfpack" já não é totalmente constituída por solteiros mas ainda assim é algo bom para o grupo. Se um está feliz, todos estão felizes. É toda uma nova fase para ele, novos dias, novas situações, novas experiências, novas descobertas...

Felicidades P.!


Fox

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

One opportunity


O ditado é antigo e reza que "quando a esmola é grande o pobre desconfia".

No entanto, em contra ciclo com as más experiências que algumas mulheres vão guardando, ainda existem homens fabulosos. Verdadeiros cavalheiros que apenas esperam pela oportunidade de fazer de uma mulher a mais estimada e especial do mundo. Somos poucos é verdade, mas existimos, somos reais. A maioria permanece bem escondida das luzes da ribalta mas andamos por ai, algures.

Assim, compreendam que é tremendamente aborrecido quando chegamos cheios de boa intenção e somos recebidos com insegurança, incredibilidade e desconfiança. O que outros fizeram não é o mesmo que nós fazemos, por isso o que pedimos é apenas a oportunidade de começar com a "pontuação" no 0 e não no -50.

Já começam a ser algumas, as vezes em que vos escapa da perceção, o valor que repentinamente vos cai sobre o colo...

Chega o dia em que nos cansamos e vamos embora. O dia em que eu me canso...


Fox

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Secret



Não tenho por hábito trazer aqui situações do Shiuuuu, no entanto este deixou-me desarmado...


Dois desconhecidos beijam-se e atingem algo tão profundo que ficam de algum modo ligados, apesar de tudo o que os mantém separados. Na mesma semana enviam uma mensagem similar para a mesma plataforma social. Qual a probabilidade disso acontecer?

Será uma mera coincidência? Será o destino?


Fox

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Loneliness

A solidão está escrita na cara daquele que não encontra a felicidade em si próprio. 
É um penoso estado que se instala e lhe rouba toda a luz do seu espírito. 
Torna deste modo, a mais bela criatura numa mera carcaça que deambula e se movimenta autonomamente. Sem radiância nem vitalidade, procura algo que o salve desconhecendo que a salvação reside em si mesmo.
Pode-se passar toda uma vida neste estado, mas até ao esgotar de toda a sua essência terá de efetuar a descoberta por si só. Apenas assim, conseguirá evitar o risco de se esvanecer nos braços da fria solidão.


Fox

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Eye Look

É no cerne das mais pequenas e elementares circunstâncias da vida que reside a beleza de toda esta existência. 
Num mero olhar descobre-se todo um outro mundo. Algo novo, belo, inexplorado. A sua contemplação leva-nos a perder o rumo do tempo e do espaço que nos circunda. Nele mergulhamos sem receios ou inibições. Nenhuma amarra nos prende. Nenhuma onda se opõe. Desejamos tudo sem exigir nada. Recebendo o mais pouco que seja como um tesouro.  

E o olhar que mudo nada diz, tudo demonstra.


Fox

sábado, 17 de agosto de 2013

I´m back



Pois é, tal como tudo aquilo que se inicia, também o tempo de relax tem de encontrar a sua hora de término. Foi efémero, foi divertido, foi especial. Representamos bem o norte dentro das nossas singelas capacidades. Garanto que não passamos despercebidos em local nenhum onde estivéssemos. Afinal de contas, pessoas divertidas e de sorriso bonito, encontram sempre uma boa recepção em qualquer parte.

Por este ano está concluído, talvez para o próximo ano haja mais. Talvez.


Fox

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Good book II

A Metamorfose por Franz Kafka

Pois é, já andava para colocar a mão na obra de Kafka faz agora algum tempo. A oportunidade chegou e num ápice devorei esta excelente obra de literatura. 
É uma escrita simples que se torna complexa pela sua natureza simplista. Estranho? Leiam e irão compreender. O início é um verdadeiro choque que nos remete para uma situação completamente bizarra, mas quem já não se sentiu um gigante insecto perante terceiros...


Fox

domingo, 11 de agosto de 2013

Vacations


Finalmente!

Se estão a ler estas linhas, podem imaginar quatro homens com poucas horas de sono e de sorriso parvo nos lábios. Partem a caminho de diversão, noite, praia, água e já que se está numa de pedir, boa companhia feminina... Mesmo em modo de férias, levaremos o nosso melhor charme aos ares do sul, demonstrando os belos espécimes masculinos que se encontram pelo norte. Com tanto azar com as portuguesas, pode ser que as estrangeiras nos consigam iluminar o espírito.

Já tardavam a chegar, as horas em que a "wolfpack" rumaria em direcção ao sul deste país tão belo. Partimos cheios de cansaço, pois tem sido um ano bastante stressante a vários níveis, mas vamos revestidos pela crença que a diversão será garantida. No que depende de nós, já vamos em perfeita euforia.

Ainda sai daqui o "Hangover IV"... 


Fox

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Hug


A nossa natureza insatisfeita leva-nos sempre a desejar mais e mais e mais. Mesmo em alturas que precisamos menos, menos e menos. 

Embaciados com as ilusões que nos rodeiam, não vemos a simplicidade que esta vida representa. No final, o sofrimento chega e abre-nos os olhos da pior forma. Mostra a todo e qualquer um, que o que é realmente preciso são aquelas pequenas coisas que nos colocam um sorriso nos lábios e um aconchego no coração.

Que nunca então nos esqueçamos do que realmente importa e saibamos dar valor ao pouco de que precisamos.

Deixo-te um abraço. A ti.


Fox

Blue

Deito-me sem cansaço que me derrube, fecho os olhos sem sono que me sossegue. Imobilizado permaneço, ouvindo o selvagem som que se propaga. A luz aquece-me o corpo, a brisa acalma-me a pele. Perco-me entre sonhos acordados e realidades adormecidas. O tempo não existe enquanto a paciência dura. 

Mas o chamado do azul é poderoso.

Entrego-me ao abraço salgado que me desperta desta letargia e entre empurrões molhados sorrio inebriado com a sensação de ausência de controlo.


Fox 

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Need some help

O único inconveniente quando se está sozinho é apenas um. Dado que enquanto ser animal temos apetites, quando estes surgem damos por sós sem capacidade de os satisfazer em pleno. No meu caso é ligeiramente mais complicado de "resolver", pois o que me dá vontade não é apenas me satisfazer mas também satisfazer uma mulher. Faz sentido? 

Estar com uma mulher e saber satisfazer-se não possui em si nenhuma sabedoria, no entanto, saber dar prazer a uma mulher é uma arte. Será algo que levamos toda a vida a aperfeiçoar sem nunca chegar à perfeição. No meu caso, sempre que estou com uma mulher, a minha primária intenção é satisfazê-la o melhor que me for possível nesse momento. Certo que a concretização de tal, irá deixar-me agradado, bem como a ela...

Na minha opinião, as mulheres devem ser sempre vistas de forma especial. Mas na cama tem de ser ainda mais, aí devem ser tratadas como rainhas.

Hoje era um destes dias. Um destes...


Fox

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Show off


Sei que quando ando na rua não sou indiferente a olhares e sinceramente, adoro a sensação.

Nestes últimos anos muito em mim mudou, como facilmente o conseguem descobrir pelo que escrevo. O estilo foi uma das mais profundas mudanças que impus a mim próprio. O "eu" presente é distinto do "eu" passado e eu adoro o resultado. Se não podemos mudar o destino, que possamos administrar a nossa evolução.

Sou um gajo simples. Não parece. Eu sei. Mas na realidade sou.


Fox

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Girl on wheels


As recentes mudanças em relação à autorização de condução de motociclos inferiores a 125cc, veio revolucionar um pouco o panorama das estradas portuguesas. Creio que nunca antes se viram tantos adeptos das duas rodas, mesmo que em muitos casos se devam a questões monetárias. Mas o mais interessante nesta situação é que agora muitas mais mulheres conduzem motas.

Ainda ontem passei por duas a conduzir motas e várias em scooters acima de 125cc. Não sei a razão pela qual o encaro desta forma, mas na minha opinião acho bastante sexy uma mulher "motard". Talvez pela posição do corpo que adoptam aquando sentadas na mota, em especial nas desportivas que obriga a uma curvatura das costas, ou então a minha imaginação que divaga a imaginar um esbelto corpo coberto pelo fato de cabedal, apenas...

Uma mulher "motard" é algo de natureza diferente, transmite confiança em si mesma, espírito aventureiro, paixão por uma forma de estar.

Alguma "motard" por aí?


Fox

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Gear

Já me questionei acerca da razão que me faz observar cada uma das faces femininas que encontro por essas frias ruas onde deambulo. Desse modo sou projectado para o campo do imaginário, pois supor que algum dia olho nos olhos de uma e vejo o que nunca vi, será no mínimo rocambolesco e ate mesmo fútil. 

Isso não existe, não aqui no mundo real. Esta realidade que habitamos é fria como o metal e funciona ciclicamente como um motor. As engrenagens que colocam este sistema em funcionamento possuem nelas cifrões gravados. Profundas gravações em engrenagens musculadas e de perfeito desenho. A falha não atrai o menor interesse, nem a diferença do igual encanta pela originalidade.

Então afinal que procuro eu quando olho?


Fox

sábado, 20 de julho de 2013

Music everywhere XIII

Para mim uma música quando é boa, sê-lo-á para sempre.
Fazia alguns anos que me tinha "esquecido" desta, mas assim que a ouvi à poucos dias, o passado voltou até mim trazendo um momento já ido e com ele uma paixoneta da altura. 
Bons tempos esses. Por vezes gostaria de poder voltar aquela ingenuidade...





Fox

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Beard


Como aprecio sempre a vossa participação, hoje o post fica inteiramente com a incidência na vossa opinião.

O tema será o que o titulo refere, a barba. Assunto esse, que quando retrocedemos na história das várias sociedades, aparenta ter passado por imensas fases. A última levava a que quase todos andassem sempre com ela desfeita como perfil de inserção nos parâmetros ditos normais.

Mas qual a vossa opinião acerca de homens com barba? 


Fox

terça-feira, 16 de julho de 2013

Peace


Durante grande parte da minha vida julguei ser necessário encontrar alguém para em decorrência de tal acontecimento encontrar a minha felicidade. A ideia gerada seria fazer alguém feliz para obter o retorno. Talvez devido a grande parte da mesma ter estado sempre com "alguém", nunca concebi que podia ser feliz sozinho.

Foi necessário ser empurrado para uma resolução que não escolhi e depois para vários becos sem saída, para descobrir que existem alturas na vida que estamos melhor sós do que em relações sem sentido.
Com tudo isto, limitei-me a estar acompanhado apenas por mim próprio e assim encontrei uma paz que nunca havia sentido.

Posso agora dizer que nunca anteriormente fui tanto como agora sou. Isto apenas porque aprendi a viver para mim e não em prol de alguém. 


Fox

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lifeguard


Mas afinal que encanto encontram as mulheres nos nadadores salvadores?!

Não entendo a razão pela qual, os jovens do ISN conseguem estar na praia em permanente conversa com as jovens mais jeitosas que frequentam o já referido espaço balnear. Será que é para indagar sobre a ingestão de líquidos ou verificar o nível de protecção do creme solar? Não me parece que tanta cumplicidade em nada contribua para o bem estar destas portuguesas.

Mas aparentemente por alguma razão fazem sucesso. Acho que vou tirar o curso de nadador...


Fox

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Long time no see


Dizem que o mundo é pequeno, que não passa de uma aldeia global. Parece ser mesmo verdade, as pessoas encontram-se quando menos esperam e ainda menos o desejam.

É curioso o que uma simples ida às compras consegue proporcionar. Realmente nunca poderemos deter a capacidade de descortinar os trilhos do destino. Foram três anos, os que se passaram desde a última vez que nos cruzamos. Desta vez ela não me viu mas eu vi-a. Está igual, não mudou. Parou no tempo. O que não é benéfico de se referir, devo dizer.

Quando olho para o passado apercebo-me das profundas mudanças que me impus a mim mesmo. Depois do choque que foi o fim da relação, planeei, recriei, desenvolvi o meu eu. Não sou o mesmo, tudo em mim se metamorfoseou, muito ou pouco, mas aconteceu. Quando penso nisto, chego à conclusão que de alguma forma ela era uma espécie de travão no meu desenvolvimento. Um travão que eu nunca constatei nem atribui atenção, absorto nos laços que se estabeleci com ela.

Males existem que surgem por bem. Este parece ser um desses, mas o futuro o dirá.

Hoje sou tão mais do que outrora fui.
Mas não quero ficar por aqui. 
Quero mais. 
Quero melhor. 
E sê-lo-ei!


Fox


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Color

A pele já activou as suas defesas naturais por forma a enfrentar a agressão que o sol lhe tem causado. O calor é saboroso e gosto de o aproveitar, o bronzeado é um extra. Mas vem a calhar...
É um elemento que contribui para melhorar um pouco mais o que já é agradável à vista. De olhar penetrante e um sorriso bonito habitualmente me apresento, agora revestido com uma tonalidade de pele morena, apenas nesta altura e diria que me deixa ainda mais interessante...


Fox

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Beach


Hoje em dia ir à praia deixou de ser sossegado...

Sou daquele género de homem que gosta de se deitar a apanhar sol, enquanto escuta boa música através dos headphones. Sim, tão relaxado que por vezes até adormeço.
Mas nos dias de hoje a distração é tanta que quase nem nos conseguimos deitar sossegados. A praia parece uma passagem de modelos. Exibição de corpos, bronzeados e indumentárias específicas. Nem tudo será perfeito, mas existem portuguesas absolutamente divinas que podem e devem mostrar o que de belo possuem. 

"Nós" por aqui achamos bem...


Fox

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Horny


Existe algo em mim que de alguma forma se desperta e me deixa excitado depois de uma sessão de desporto.

É um tanto estranho mas é verdade. Desconheço se será pela quantidade de mulheres absolutamente maravilhosas que vejo a encaminharem-se para a praia ou se será apenas de mim. Outrora conheci alguém que me disse que era uma caraterística minha, estar sempre em funções. Talvez seja verdade, sempre fui muito "espontâneo".
Muitas são as vezes que assim fico, dado que faço imensos kms de bicicleta, no entanto nem sempre se tem "disponibilidade" para resolver o assunto na hora. A bem dizer, ultimamente nenhuma mesmo.

Mas já tive alguns devaneios no passado, quando mal chegado a casa e ainda de pele transpirada e licra colada ao corpo, me cansei ainda mais... Acontecimentos efémeros que sabem tremendamente bem pela carga de desejo que acompanha o instante. Será eternamente recomendável que nunca se estabeleçam horários nem locais. A espontaneidade é tão saborosa...

Aproveitem. É o que eu recomendo a todas as que o possam fazer...


Fox

domingo, 23 de junho de 2013

Happy birthday


Os aniversários não ocorrem todos os dias por isso este tinha que ser festejado. Ainda que seja a celebração de mais um ano que passa e menos um que aqui andamos, a vida é para ser apreciada. Quando entre amigos ainda mais.

Lá fomos jantar todos trajados a rigor, desta vez mesmo a "full" rigor... A titulo de brincadeira lá nos ocorreu a ideia, que até se revelou engraçada. Em seguida decidimos ir para um bar novo que abriu recentemente num dos locais "in". Ao passar na rua, o ambiente (staff) agradou-nos... As clientes que viriam depois ainda mais...

O curioso da noite foi o tema de conversa. Um elemento extra que também veio ontem, acabou por iniciar um discurso exatamente igual ao que vamos tendo ocasionalmente. A desilusão que as mulheres causam ao longo da nossa vida deixa marcas bastante similares, mesmo quando em pessoas diferentes. No fim aparenta ser que padecemos todos do mesmo mal. Assim, é curioso descobrir que se usa do mesmo remédio para a cura. Se é que se pode chamar cura à forma como se tenta ultrapassar isto.


Fox

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Long wait


Longos foram os dias que formaram os anos que esperei pelos momentos vividos ontem.

Ter finalmente a oportunidade de poder rolar num grupo de duas rodas e logo com os melhores amigos que se pode esperar ter na vida é algo indescritível. A vida reserva surpresas formidáveis que nunca se podem prever na nossa limitada percepção da realidade. Algumas dessas são assim, especiais.

Foi deveras um dia fantástico, pois é na simplicidade das coisas que reside a sua maior importância.

Está confirmado, quem possui a dádiva de amigos assim, de nada mais precisa na vida.


Fox

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Rest


Finalmente.

Já era ansiada a hora de descansar. Foi um percurso árduo mas enriquecedor.
O cansaço já me toldava o corpo e a mente. No entanto, agrada-me saber que consegui.

Venha o divertimento...


Fox

terça-feira, 4 de junho de 2013

Bright


Sabe bem...

Voltar a ouvir o vai e vem da água.
Ver escorrer os grãos de areia pela mão.
Sentir o suave e quente beijo do sol na pele.
Receber o ligeiro sopro de brisa que se espalha.

Belo dia de verão.

Excelente dia de praia.


Fox

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Empty shell

O tempo mata.

Cada dia mais um pouco.

É um silencioso assassino de emoções e sentimentos. Não sendo travado, não deixa mais do que apenas um invólucro vazio. Vazio e em fuga.

A fuga sempre foi mais aceitável do que o confronto. Todos fogem do sofrimento, em especial aqueles que feridos outrora saíram de um confronto.

No entanto, quanto mais fogem mais morrem, até encontrarem o seu derradeiro final.


Fox

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dance alone

A singularidade parece prevalecer perante a união.

Raras são as vezes em que desejamos tão intensamente algo que quebramos barreiras que de outro modo não nos atreveríamos. 
Cegos por fantasias que nos iluminam a alma e aquecem o coração, desencadeamos um ritmo desenfreado de ações que envolvem e mantém a pessoa refém. 
Mas por vezes descobrimos que nem sempre o compasso bate ao mesmo ritmo, sendo que o resultado que daí resulta pode não ser o desejado.

Se um não quer, dois não dançam.


Fox