segunda-feira, 15 de abril de 2013

Door

A vida é formada por momentos.

Momentos bons, momentos maus, momentos de amor, momentos de ódio, momentos de paz, momentos de guerra, momentos de união, momentos de solidão.

Neste sou animado por um de individualização.

Um em que se fechou a porta à entrada de corpos estranhos ao meu. Ela por si não se abre nem eu a sei abrir. Foi um fecho autónomo sobre o qual eu não tive influência e agora novamente não possuo a necessária para inverter a situação.

Mas a realidade não me aflige minimamente, parte de mim é gelo, tal como a porta. Talvez assim esteja mais próxima de mim a porta, que qualquer outro corpo quente.


Fox

3 comentários:

  1. Se te sentes bem assim, que bom :)
    Estou convencida que esse é o caminho, onde o mais importante é estarmos bem seja de que forma for.
    Eu também quero ser assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio se tratar apenas de uma questão de hábito. Ao princípio custa mas depois nem se nota.
      Mais uma das aprendizagens dolorosas da vida.

      Eliminar
  2. Este fica endereçado a alguém...
    Muito bem, entendeste a analogia do gelo. ;)

    ResponderEliminar