segunda-feira, 29 de julho de 2013

Girl on wheels


As recentes mudanças em relação à autorização de condução de motociclos inferiores a 125cc, veio revolucionar um pouco o panorama das estradas portuguesas. Creio que nunca antes se viram tantos adeptos das duas rodas, mesmo que em muitos casos se devam a questões monetárias. Mas o mais interessante nesta situação é que agora muitas mais mulheres conduzem motas.

Ainda ontem passei por duas a conduzir motas e várias em scooters acima de 125cc. Não sei a razão pela qual o encaro desta forma, mas na minha opinião acho bastante sexy uma mulher "motard". Talvez pela posição do corpo que adoptam aquando sentadas na mota, em especial nas desportivas que obriga a uma curvatura das costas, ou então a minha imaginação que divaga a imaginar um esbelto corpo coberto pelo fato de cabedal, apenas...

Uma mulher "motard" é algo de natureza diferente, transmite confiança em si mesma, espírito aventureiro, paixão por uma forma de estar.

Alguma "motard" por aí?


Fox

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Gear

Já me questionei acerca da razão que me faz observar cada uma das faces femininas que encontro por essas frias ruas onde deambulo. Desse modo sou projectado para o campo do imaginário, pois supor que algum dia olho nos olhos de uma e vejo o que nunca vi, será no mínimo rocambolesco e ate mesmo fútil. 

Isso não existe, não aqui no mundo real. Esta realidade que habitamos é fria como o metal e funciona ciclicamente como um motor. As engrenagens que colocam este sistema em funcionamento possuem nelas cifrões gravados. Profundas gravações em engrenagens musculadas e de perfeito desenho. A falha não atrai o menor interesse, nem a diferença do igual encanta pela originalidade.

Então afinal que procuro eu quando olho?


Fox

sábado, 20 de julho de 2013

Music everywhere XIII

Para mim uma música quando é boa, sê-lo-á para sempre.
Fazia alguns anos que me tinha "esquecido" desta, mas assim que a ouvi à poucos dias, o passado voltou até mim trazendo um momento já ido e com ele uma paixoneta da altura. 
Bons tempos esses. Por vezes gostaria de poder voltar aquela ingenuidade...





Fox

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Beard


Como aprecio sempre a vossa participação, hoje o post fica inteiramente com a incidência na vossa opinião.

O tema será o que o titulo refere, a barba. Assunto esse, que quando retrocedemos na história das várias sociedades, aparenta ter passado por imensas fases. A última levava a que quase todos andassem sempre com ela desfeita como perfil de inserção nos parâmetros ditos normais.

Mas qual a vossa opinião acerca de homens com barba? 


Fox

terça-feira, 16 de julho de 2013

Peace


Durante grande parte da minha vida julguei ser necessário encontrar alguém para em decorrência de tal acontecimento encontrar a minha felicidade. A ideia gerada seria fazer alguém feliz para obter o retorno. Talvez devido a grande parte da mesma ter estado sempre com "alguém", nunca concebi que podia ser feliz sozinho.

Foi necessário ser empurrado para uma resolução que não escolhi e depois para vários becos sem saída, para descobrir que existem alturas na vida que estamos melhor sós do que em relações sem sentido.
Com tudo isto, limitei-me a estar acompanhado apenas por mim próprio e assim encontrei uma paz que nunca havia sentido.

Posso agora dizer que nunca anteriormente fui tanto como agora sou. Isto apenas porque aprendi a viver para mim e não em prol de alguém. 


Fox

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lifeguard


Mas afinal que encanto encontram as mulheres nos nadadores salvadores?!

Não entendo a razão pela qual, os jovens do ISN conseguem estar na praia em permanente conversa com as jovens mais jeitosas que frequentam o já referido espaço balnear. Será que é para indagar sobre a ingestão de líquidos ou verificar o nível de protecção do creme solar? Não me parece que tanta cumplicidade em nada contribua para o bem estar destas portuguesas.

Mas aparentemente por alguma razão fazem sucesso. Acho que vou tirar o curso de nadador...


Fox

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Long time no see


Dizem que o mundo é pequeno, que não passa de uma aldeia global. Parece ser mesmo verdade, as pessoas encontram-se quando menos esperam e ainda menos o desejam.

É curioso o que uma simples ida às compras consegue proporcionar. Realmente nunca poderemos deter a capacidade de descortinar os trilhos do destino. Foram três anos, os que se passaram desde a última vez que nos cruzamos. Desta vez ela não me viu mas eu vi-a. Está igual, não mudou. Parou no tempo. O que não é benéfico de se referir, devo dizer.

Quando olho para o passado apercebo-me das profundas mudanças que me impus a mim mesmo. Depois do choque que foi o fim da relação, planeei, recriei, desenvolvi o meu eu. Não sou o mesmo, tudo em mim se metamorfoseou, muito ou pouco, mas aconteceu. Quando penso nisto, chego à conclusão que de alguma forma ela era uma espécie de travão no meu desenvolvimento. Um travão que eu nunca constatei nem atribui atenção, absorto nos laços que se estabeleci com ela.

Males existem que surgem por bem. Este parece ser um desses, mas o futuro o dirá.

Hoje sou tão mais do que outrora fui.
Mas não quero ficar por aqui. 
Quero mais. 
Quero melhor. 
E sê-lo-ei!


Fox


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Color

A pele já activou as suas defesas naturais por forma a enfrentar a agressão que o sol lhe tem causado. O calor é saboroso e gosto de o aproveitar, o bronzeado é um extra. Mas vem a calhar...
É um elemento que contribui para melhorar um pouco mais o que já é agradável à vista. De olhar penetrante e um sorriso bonito habitualmente me apresento, agora revestido com uma tonalidade de pele morena, apenas nesta altura e diria que me deixa ainda mais interessante...


Fox

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Beach


Hoje em dia ir à praia deixou de ser sossegado...

Sou daquele género de homem que gosta de se deitar a apanhar sol, enquanto escuta boa música através dos headphones. Sim, tão relaxado que por vezes até adormeço.
Mas nos dias de hoje a distração é tanta que quase nem nos conseguimos deitar sossegados. A praia parece uma passagem de modelos. Exibição de corpos, bronzeados e indumentárias específicas. Nem tudo será perfeito, mas existem portuguesas absolutamente divinas que podem e devem mostrar o que de belo possuem. 

"Nós" por aqui achamos bem...


Fox