segunda-feira, 29 de julho de 2013

Girl on wheels


As recentes mudanças em relação à autorização de condução de motociclos inferiores a 125cc, veio revolucionar um pouco o panorama das estradas portuguesas. Creio que nunca antes se viram tantos adeptos das duas rodas, mesmo que em muitos casos se devam a questões monetárias. Mas o mais interessante nesta situação é que agora muitas mais mulheres conduzem motas.

Ainda ontem passei por duas a conduzir motas e várias em scooters acima de 125cc. Não sei a razão pela qual o encaro desta forma, mas na minha opinião acho bastante sexy uma mulher "motard". Talvez pela posição do corpo que adoptam aquando sentadas na mota, em especial nas desportivas que obriga a uma curvatura das costas, ou então a minha imaginação que divaga a imaginar um esbelto corpo coberto pelo fato de cabedal, apenas...

Uma mulher "motard" é algo de natureza diferente, transmite confiança em si mesma, espírito aventureiro, paixão por uma forma de estar.

Alguma "motard" por aí?


Fox

2 comentários:

  1. Hum, utilizaste bons adjectivos para qualificar
    as senhoras que andam por aí de mota.

    De momento não tenho mota , mas entre 2000 e 2009
    a minha vida foi sempre acompanhada pela ,minha
    humilde vespa cinzenta metalizada, com um coração
    estampado na lateral, confesso que foi uma das
    minhas melhores experiências.

    Mas depois a vida pregou-me uma rasteira e tudo mudou...

    P.s-Tens uma sensibilidade acima da média

    Andorinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah temos uma fã das Vespa. ;)
      É um motociclo muito interessante e com uma enorme legião de adeptos. Acho muito engraçado quando as vejo na rua, em especial as mais antigas.

      Por mais rasteiras a vida nos pregue, depois de experimentar a sensação de liberdade, fica a marca cá dentro. Está mais do que na hora de voltares às duas rodas...

      Eliminar