segunda-feira, 9 de setembro de 2013

City

Alguma sensação mágica e indescritível existe entre estas gigantescas paredes que me abraçam.
Uma aura eterna de encanto e romance está incrustada na brancura da pedra fria dos edifícios que longas décadas viram passar pela calçada. 
Por cima dos seus topos passam os raios do sol que me tocam a face, me aquecem o corpo e me iluminam a alma. 
Sentado num qualquer pedaço deste chão, inunda-me interiormente uma tranquilidade que me troca a palavra pela observação. 
Já tudo isto vi por inúmeras vezes, sem saturação ou cansaço possível de se abater sobre elas mais ainda as desejo ver.

Nestas ruas deambulo por deambular, sem rumo ou destino ter, apenas pelo prazer de aqui vaguear e a ela pertencer. 


Fox

2 comentários:

  1. "Nestas ruas deambulo por deambular, sem rumo ou destino ter, apenas pelo prazer de aqui vaguear e a ela pertencer."

    E pronto fiquei encantada com este parágrafo:)

    **

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agrada-me que tenhas ficado encantada. :)

      Eliminar