domingo, 3 de novembro de 2013

Wrong way


Pois é...

Nem com a ajuda do Shiuuuu lá vou.

Tenho de começar a pensar em ficar para "tio" como se costuma dizer. Tive pena que não tivesse resultado mas a vida é mesmo assim, não controlamos o nosso destino. Por melhores que possamos ser, sem química não se faz nada. No entanto, tive o privilégio de conhecer uma mulher com uma personalidade absolutamente deslumbrante e encantadora. Talvez do melhor que já conheci na vida. Faz acreditar que talvez ainda haja esperança de não serem todas mais do mesmo.

Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo. Algum homem um dia irá ter imensa sorte se merecer esta mulher.


Fox

64 comentários:

  1. São coisas que não podem ser forçadas, sem química as coisas realmente não funcionam. Mas desejo lhe as melhores felicidades Fox e um dia irá com certeza encontrar alguém que o encante. ;)
    Boa semana Fox. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São mesmo, vejo é esse dia cada vez mais longe.
      Obrigado, Ana. Para ti também. ;)

      Eliminar
    2. Quando menos esperares vai acontecer, eu também penso assim que cada vez mais esse momento está mais longe, mas tento acreditar que um dia vai acontecer. Pensa o mesmo. ;)
      Não tens de quê, eu é que agradeço por estes teus textos. Pelo menos dá-me uns momentos de reflexão antes de partir para a minha nova aventura.
      Beijo

      Eliminar
    3. Ah tivesse eu a tua idade e conseguisse ver as coisas como as vejo, estaria bem melhor. Mas a vida tem o seu caminho e não me cabe desvenda-lo.

      Eliminar
    4. Credo! Até parece que por o Fox ter mais uns aninhos que a minha pessoa não pode pensar assim. Olhe que isso trás mais cabelos brancos (se é que os tem). Se não vemos a vida de uma forma positiva nunca conseguiremos encontrar o nosso bem-estar físico e emocional. Pense no assunto. Nunca se é velho para amar. ;) E certamente irás encontrar alguém.

      Eliminar
    5. Enganei me a escrever uma parte que a sua pessoa não pode pensar assim. ;) Sorry the mistake!

      Eliminar
    6. Não me trás nenhum pois não penso nisso. O meu bem-estar é perfeito. ;)
      De certo modo esta foi a minha tentativa de deixar o acaso resolver as coisas. Não resultou. "It´s time to close the store".

      Eliminar
    7. Já diz o ditado para finalizar: Quando se fecha uma porta, abre-se outra. ;)

      Eliminar
    8. Até aqui, tenho fechado porta atrás de porta. Já cansa.
      Mais vale ficar sossegado. ;)

      Eliminar
    9. A minha bisavó dizia: "Parar é morrer, nunca se deve parar de lutar por aquilo que se quer." E algum dia vais encontrar alguém. Eu torço por ti, e espero depois saber quando isso acontecer. ;) Não desistas, porque quando menos esperares vai aparecer alguém. :D
      Um sorriso para ti, para ver se alegra um pouco.

      Eliminar
    10. Não estou triste mas obrigado pelo sorriso. ;)

      Eliminar
    11. Olhem lá... e se voces se conhecessem? Fox e Ana? Afinal voces parecem entender.se muito bem ;-) nao estara o amor mesmo á vossa frente??
      Felicidades para ti!
      Ass. A "curiosa" ;-)

      Eliminar
    12. Obrigado, felicidades para ti também, curiosa. ;)

      Eliminar
    13. "Curiosa", penso que não. ;)

      Eliminar
    14. Pq não Ana Pereira? ;-)
      Ass. A curiosa

      Eliminar
    15. "Curiosa", distancia acho que é o termo certo. ;)

      Eliminar
    16. Concordo curiosa, ja algum tempo acompanho este blog e ca para nos a ana tem um fraquinho pelo fox, nao acham?

      Eliminar
    17. Acho sim anonima! Acho tambem que o sentimento é reciproco, nao achas?
      Ass. Curiosa

      Eliminar
    18. Claro curiosa.... é evidente uma química nas mensagem que trocam, subtil e discreta mas notória...

      Confessa lá Fox... Ana não podes negar...

      Já pensaram em marcarem um encontro, para saber se essa química vai para alem da troca de palavras??

      A vida é demasiado preciosa para não ser vivida... estou aqui a torcer por vocês ;)

      Eliminar
    19. É uma química notória?
      Confesso que já conheci leitoras do blog, a Ana não.
      Mas tenho de concordar contigo, a vida é demasiado curta para não ser vivida. No entanto nunca pautei a minha por falta de vivência, ou pelo menos faço sempre o meu melhor no que se refere a esse assunto.

      Eliminar
    20. Curiosa e anónimo, como é que denotam química nas mensagens trocadas? :)

      Eliminar
    21. Ana, a expressão escrita diz muito sobre quem escreve é uma forma de expressar, transmite emissões, sentimentos, ódios, amores, carinho, enfim... por algum motivo a blogosfera é o meio onde nós todos tiramos uma bocadinho do nosso dia e damos aqui um saltinho, porque existem sentimentos aqui, neste mundo virtual, onde a escrita é forma como expressamos o que sentimos....

      Portanto, se tivermos um bocadinho atentos, rapidamente sente se essa química... Ana, então da tua parte não tenho duvidas, existe "algo"... vais negar, Ana?

      Eliminar
    22. Concordo plenamente!! Existe química sim ;-)
      Marquem lá um encontro!! Depois queremos saber qual o resultado ok? ;-)
      Ass. Curiosa

      Eliminar
    23. Concordo com os outros anónimos. A Ana escreve com um carinho (muito, muito) especial... ;) é notório... química não posso afirmar, mas uma curiosidade gigantesca quanto ao Fox, sim. Por isso, concordo, mais uma vez, com os outros anónimos: promovam esse encontro, pessoal ou via facebook, quem sabe se fica uma boa amizade ou se não há mesmo química! Às vezes as pessoas estão nos sítios menos improváveis ;) e também não há nada a perder...

      Eliminar
    24. Já li inúmeras vezes os comentários e não me parece nada que haja alguma química. Acho que a nossa troca de comentários transmite é uma certa empatia e uns pensamentos mais ou menos semelhantes em determinados aspetos e discordância em outros.
      Nunca pensei que a minha escrita transmitisse tal "química" e nem foi por intenção que isso aconteceu.
      Mas se a "curiosa" e o anónimo o dizem ok ;) Cada um tem direito a sua opinião.

      Eliminar
    25. Posso ser honesta de mulher para mulher Ana?
      Pelos comentários acho que química é uma coisa impossível de dizer se há ou não. Porque a química vem na base da atracção física e se ainda não conheceste o fox pessoalmente... ora aí tens a tua resposta.
      Agora acho que escreves aqui com um certo "encantamento" ou "atracção" relativamente às coisas que ele escreve. Acho sinceramente que tens curiosidade em saber como ele será ou se corresponde aquilo que imaginaste. É natural ;) Não é crítica ou nada que se pareça. Acho que em ti essa curiosidade ou encantamento é mais visível do que nos restantes comentadores... Agora, se estão longe um do outro, porque não se conhecerem via facebook ou pessoalmente quem sabe?!

      Atenção que isto que eu escrevi não é opinião, é a sensação que transmites e eu até posso estar errada...

      Eliminar
    26. Acho que a curiosidade é uma coisa que todas nós temos para saber como é o Fox ;)

      Eliminar
    27. Mesmo?
      Então todas vocês tem curiosidade em saber como sou? Engraçado. ;)

      Eliminar
    28. Claro que temos fox... é normal, gostamos do que escreves, aos poucos vamos sabendo um bocadinho mais de ti, e vai surgindo uma certa curiosidade como serás, como será a tua voz, como é a tua fisionomia, o teu perfume, se usas ou não oculas, sem tens barba feita ou por fazer, enfim para alem destas características existe uma curiosidade em saber como és enquanto pessoa....

      Mas de facto a curiosidade da Ana é superior aos restantes comentadores.

      Eliminar
    29. Engraçado porquê?

      Eliminar
    30. Não pensei que existisse curiosidade em relação à minha pessoa. Com o que escrevo talvez, mas a pessoa em si, desconhecia.

      Como pessoa sou fantástico... ;)

      Não penso que a Ana tenha mais curiosidade do que as restantes. Se tivesse já me teria questionado informações.

      Eliminar
    31. Como pessoa és fantastico! hummm interessante ;)

      Eliminar
  2. Feliz da mulher que receber tamanho elogio. E grande "fair play" Fox...

    ResponderEliminar
  3. Já acabou?!?!
    Oh, sem stress, vais encontrar alguem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda foi um processo de seleção complicado...
      Stress não tenho nenhum. Nunca o tive. ;)

      Eliminar
  4. Olá Fox,
    fiquei triste pelo resultado da iniciativa, estava a torcer por si! Porém, acredito que, neste mundo, existe uma metade para cada um de nós. Só desejo que um dia essa procura dê frutos e não perca nunca a esperança, essa deve ser sempre a última a morrer! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ângela.
      Deveria ser uma procura sem ausência de esperança, no entanto cada vez tenho menos. É muito extenuante e ilusório.

      Eliminar
  5. Wrong way…? Sem química…? Os caminhos são todos certos, mesmo os que à primeira vista aparentem ser os incorretos. Quem busca sempre alcança. E quando se chega existem dois tipos atitudes distintas na ação do ser humano. Temos os que lutam e temos os que se acobardam perante as situações. Deixam-se envolver pela cegueira do medo e do falhanço em vez, de clarear a mente e abrir o coração. O verdadeiro segredo do milagre da vida é quando se propõem a ir á luta e na coragem abordar sem medo do ridículo ou criticas os seus erros. Nos outros casos, a inércia é a morte do artista. Abre-se os olhos tarde de mais, quando se vê que a recusa é a sorte grande para outro alguém. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu diria que quem muito procura nada encontra...
      Nem sempre funciona como queremos, o aborrecido é encontrar alguém especial e não existir química. Torna-se muito exasperante.

      Eliminar
  6. Nem tudo foi perdido!
    Vendo pelo lado positivo, conheceste alguém que valeu a pena e chegaste à conclusão que não é tudo do mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, nesse sentido foi formidável. Conheci uma mulher fabulosa. ;)
      Não significa no entanto que abundem...

      Eliminar
  7. "Faz acreditar que talvez ainda haja esperança de não serem todas mais do mesmo." Já paraste para pensar que o problema pode ser teu?

    ResponderEliminar
  8. Também passei por esse processo do Shiuuuu... Olha, eu nem sequer tive alguém compatível comigo, na minha zona :(

    Um dia quando menos esperarmos, teremos mais sorte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Nem um?
      Eu tive seis pelo menos...

      Gostaria de pensar assim, no entanto vejo os anos passarem e nada.

      Eliminar
    2. Havia, mas estavam longe, logo inviabilizou tudo. Se vivesse nalgum grande centro urbano, Lisboa ou Porto, provavelmente o resultado seria muito diferente.

      Quanto a um dia tropeçarmos em alguém especial quando menos esperarmos, tento pensar assim para não desanimar...

      Eliminar
    3. Sim, talvez fosse. Normalmente nos centros urbanos existem mais variedades de pessoas.

      A minha visão é sempre a mais realista possível. A minha racionalidade não me permite ser diferente. ;)

      Eliminar
  9. Olá :)

    Passei para dar uma vista de olhos no blogue e parei neste post. Também fiz parte desse "projecto" (digamos assim), mas infelizmente, já conhecia a pessoa que tinha sido selecionada para mim. A química nem sempre tem que ser algo ligado ao amor propriamente dito. Pelo que vejo arranjou uma grande química, uma química para uma grande amizade, para uns bons sorrisos e um "quentinho aí dentro" como costumo dizer. Apesar de tudo os "abraços" das palavras, sorrisos e recordações também são de valor incalculável... Se essa pessoa entrou na sua vida, por algum motivo foi. Pense como tal :))

    Cumps*
    Yb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já o conhecias? Que coincidência!

      Não, não arranjei. Ela não quis manter nenhum contacto, também não insisti. Não seria correto da minha parte.
      A ver bem, não ganhei nada com a iniciativa. Apenas o privilégio de a conhecer.

      Eliminar
  10. Sim, mesmo grande coincidência mesmo.

    Pois, pensei que tivessem mantido apenas o contacto.
    Mas se teve o privilégio de a conhecer, não foi um ganho? (Ou quando ganha um sorriso de alguém desconhecido na rua, que nunca mais verá, não considera um ganho?) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por mim te-lo-ia feito mas não me imponho a ninguém. Não é correto.

      Sim, foi um ganho. Escrevi isso mesmo. Especialmente por ter sido uma das mulheres mais fantásticas que conheci na vida. De personalidade era uma delicia para mim, mas isto não vai de compatibilidades.

      Esse também é um ganho gigante. Adoro ver uma mulher sorrir, se for nessas condições que referes ainda mais maravilhoso se torna. Pena que não aconteça muitas vezes, só algumas. ;p

      Eliminar
    2. Tenho estado a ler este blog, que encontrei através do shiuuuu, e este post em particular chamou-me à atenção (eu própria era para ter participado).

      Não me querendo intrometer na vossa conversa Fox, mas por acaso pediu-lhe para manter o contacto? Às vezes, apesar de tudo, podemos querer as pessoas na nossa vida (não necessariamente de forma amorosa). E quando é assim, e uma vez que o Fox parece que queria isso mesmo, talvez fosse caso para pedir. Digo eu.

      Eliminar
    3. Não pedi diretamente pois apercebi-me nas entrelinhas que ela não concebia a presença de ninguém que não fosse para fazer parte da vida dela naqueles trâmites. Como nunca gostei de ser lastro a ninguém retirei-me.

      Gostaria de ter mantido o contacto pois é deveras uma pessoa formidável, mas enfim, não me competia a exclusividade da decisão.

      Se um não quer, dois não dançam. ;)

      Eliminar
    4. Compreendo e tu é que a conheces, não eu... mas se é assim como dizes, no teu lugar, acho que teria pedido para ficar na minha vida ainda só como amiga, mesmo que não sentisse essa reciprocidade da parte dela. Não acho que é ser lastro, acho que é dizer aquilo que se sente e que se quer. Se eu achasse que queria alguém na minha vida pedia para ficar, isso não é incomodar. Acredita. Incomodar é insistir para que goste de ti de outra forma que não amigo.

      Eliminar
    5. A amizade não se pede, Francisca. Acontece por iniciativa própria.
      Nesse domínio sou completamente liberal, deixo à vontade de cada um se pretende ou não ficar, afinal de contas só quero aqueles que me apreciem como sou.

      Eliminar
    6. Pois, mas para a amizade acontecer convenhamos que se tem que começar por algum lado. Normalmente pedindo à pessoa para ficar presente na nossa vida. Não o escrevi em tom de crítica, mas, dos meus 34 anos, já passei por muito. Já pedi para ficarem e levei negas, mas também levei "sim". E já deixei as pessoas partirem, porque afinal de contas elas têm liberdade de escolha. Umas vezes arrependi-me, outras não, mas foram mais as vezes em que me arrependi. Só por isso. E as pessoas que pedi para ficarem na minha vida muitas vezes me diziam que não faziam ideia de que era assim tão importantes para mim... Como vez este tipo de situações não assim tão preto no branco. E eu também concordo que a amizade não se pede. Conquista-se e para se conquistar tem de se começar por algum lado. ;)

      Eliminar
    7. É a considerar essa mesma liberdade que deixo à decisão de cada um. Como costumo pensar, aconteceu como tinha de acontecer. Não penso muito nisso, a vida é em frente. Por certo algures existe alguém que até se interesse.

      Eliminar
  11. Um querer tem que vir de ambos os lados é um facto. E teve uma atitude muito nobre em reconhece-lo "publicamente" digamos :) Grande parte das pessoas não teria maturidade para tal.

    Poucas, mas boas tenho a certeza. Faça o mesmo e também "dará" ganhos ;) (E aumentará a probabilidade de repetição desses momentos)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei que era merecido fazê-lo, mesmo sem que ela soubesse que conheceu o Fox.

      Eu tento mas hoje em dia as pessoas estão diferentes. Muito mais fechadas em si mesmas, sempre a pensar que o homem é todo igual.

      Eliminar
  12. As pessoas estão diferentes, mas o Fox não. E tal como há o Fox, se em 20 pessoas, houverem 19 diferentes e uma "não-diferente" já é óptimo.

    Just keep trying :) (Por cansativo e/ou desanimador que possa ser, em grande parte das vezes)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é entre todas conseguir encontrar as diferentes, chega uma altura em que já cansa e desistimos.

      Eliminar