domingo, 26 de janeiro de 2014

In shock!



Seriously?!

A ignorância de algumas pessoas é chocante. Mas a defesa obcecada dessa mesma ignorância é pior. É ultrajante.

Ontem, durante o café com um casal de conhecidos, caiu uma "ave rara" de pára-quedas na mesa que me deixou sem qualquer esperança nas mulheres ou no futuro desta raça. Sim, foi grave a esse ponto. Não, não pertence ao meu circulo de conhecimentos.

Se para mim já é vergonhoso criticar os outros apenas por que lhe apetece, quando chega à parte de expressar repetidos palavrões dizendo que fazem parte da Língua Portuguesa e que não existe mal nenhum para uma mulher os pronunciar, já não existe retorno. Ainda tentei através da argumentação demonstrar o quanto é errado pensar desta forma, porém foram infrutíferos todos os meus movimentos. A resistência era bem tenaz. 

Ainda houve tempo para eu ser alvo de ataque através de um mero trocadilho de palavras que me deixou acesso. Devia pensar que sou dos que ouve e cala... Contudo como não levo desaforos para casa, disse o que tinha a dizer. Não moldo as minhas opiniões para não magoar ninguém, as verdades devem ser ditas. Sempre. Porém, fiquei com a impressão que não assimilou nada do que eu disse, portanto tratou-se de uma clara perda de tempo da minha parte.

Depois do trauma sofrido, preciso de um "reset" total com uma mulher a sério. Anda por aí alguma interessante para se ter uma conversa de adultos instruídos e absolutamente razoáveis?


Fox

55 comentários:

  1. Respostas
    1. Não o expressei com a intenção de generalizar a particularidade de toda a questão, mas considerando o que nos últimos tempos constato, olha que não sei...

      Eliminar
    2. Entao agora vou generalizar eu... e concluir que não tens tido sorte ou que nao andas a frequentar os melhores sitios :P Boa Sorte com isso :)

      Eliminar
    3. Dou-te a razão nesse assunto.
      Alguma sugestão? :)

      Eliminar
    4. Depende... de onde és? Pode ser que tenha alguma informação para te dar... (Apesar de pessoas "dessas" existirem em todo o lado!) :P

      Eliminar
    5. Pois, isso agora é que é mais difícil de ser anunciado aqui. ;)
      Talvez existam, andam é fora de radar.

      Eliminar
    6. Diz por mail ou manda coment que eu nao aceito! :) Se nao te importares!

      Eliminar
    7. Nunca viste o meu perfil, Sunshine? ;)

      Eliminar
    8. Pois, vi agora... Mas o Norte é muito grande :P

      Eliminar
    9. Oh, desenvolve. Se é que queres começar a frequentar sitios decentes :P

      Eliminar
    10. Que conheces tu do Norte?
      Que fique anotado, eu frequento apenas sítios decentes. Tenho aversão a locais sem o mínimo de qualidade. ;)

      Eliminar
    11. Conheço o Porto, Gaia, Bragança... Arredores do Porto... Tens que ser mais especifico!
      E conheço mais sitios mas sao mt pontuais!

      Eliminar
    12. Então também és do Norte. ;)

      Eliminar
    13. WRONG!!!!! Mas ja moro cá ha muitos anos....

      Eliminar
    14. Presumi erradamente então. ;)

      Eliminar
    15. Mas tambem ja me considero mais do Porto do que de outro sitio qualquer...

      Eliminar
    16. Pronto, então "és" do Norte. ;)

      Eliminar
  2. Há várias!! :)
    Queres falar sobre o quê?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todo o assunto que aponte no sentido de algo intelectualmente estimulante. ;)

      Eliminar
  3. Como já te disse uma vez, não somos todas iguais. Acredito que tenha sido uma situação que te tenha tirado do sério (realmente não percebo a lógica da argumentação dela), mas não percas a esperança de que ainda existem mulheres que não descem a esse nível. Pessoalmente não digo palavrões e nem gosto de os ouvir (quer venha de uma mulher ou de um homem), por isso não fiques a pensar que somos todas assim porque não somos. Pelo menos nem eu nem as minhas amigas mais próximas o fazemos, por isso Fox andas com azar ao conhecer mulheres tão desinteressantes a esse ponto!

    Tenho a certeza que não faltarão candidatas ;)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não pretendia generalizar com o meu texto, acredito na excepção, porém "ela" não vem ter comigo.;)

      Sim, ando com imenso azar nesse departamento, é verdade. Eu esta personagem nem sequer queria conhecer, ela é que surgiu "out of the blue" na nossa mesa. Vou é "fechar a loja" antes que o nível ainda desça mais...

      Eliminar
  4. Acho que não deve ser por falta de candidatas, mas sim uma questão de ainda não teres conhecido uma mulher que preencha todos os "requisitos". Mas com uma pessoa tão observadora como tu, com certeza que quando a vires, saberás que poderá ser "a tal" ;)

    Não te preocupes que não és o único azarado no amor... Comigo acontece o mesmo, por isso é que até já desisti um pouco de "procurar". E nem se trata de falta de candidatos, mas sim pelo facto de nos últimos tempos só conhecer homens que não valem a pena a atenção sequer. Pergunto-me onde andarão os homens em condições. Pelos vistos andamos em maré da azar mesmo...

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se isto fosse um filme de Hollywood acredito que fosse assim. Com direito a foguetes e arco-íris, aquando da primeira vez que a visse...

      Pois, parece que andamos mesmo. Eu respondia-te onde andam esses homens mas iria parecer um tanto pretensioso. ;)

      Eliminar
    2. E eu pergunto-me quando é que vocês se decidem conhecer pessoalmente ;)
      Foi-se a Ana Pereira e entra em acção a C.A. ;)

      Atenção que isto não é a picar ou coisa que valha, mas quem vem lendo os comentários deste blog, lê a vossa troca de opiniões e de desabafos "ai e tal não conheço ninguém que valha a pena e tal" e vem o outro e faz o mesmo desabafo e uma pessoa só pensa "estes dois parecem tão longe e ao mesmo tempo tão próximos um do outro". Vá, não levem a mal o meu comentário, mas é só um feeling de que se conhecessem um ao outro talvez (talvez!) encontrassem aquilo que tanto procuram... Just saying... ;)

      Eliminar
    3. Don´t worry, Francisca. No harm done. ;)

      A intenção de um blog é mesmo essa, a interação entre os utilizadores. Já escrevi aqui imensas vezes que aprecio a vossa participação.

      Eliminar
  5. Ahahah acredita que não sou uma pessoa que fantasie com essas coisas e que ache que ele vá aparecer num cavalo branco! Não sei se ficaste com essa impressão, mas se foi fiz-me entender mal. Eu acredito simplesmente que quando conhecemos essa pessoa, sentimos se poderá ser o/a tal ou não.

    Por mim estás à vontade! Fiquei curiosa agora ;)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas que se sente? Isso sempre foi algo que me deixou curioso.

      Tens de ver o norte do país... ;)

      Eliminar
  6. Eu acredito que sim! Tenho amigos/as mais próximos que pelas suas experiências me dizem que sentiram que aquele(a) era diferente e sentiram que era o/a tal. Talvez por isso acredite também, mas posso estar enganada! Espero um dia poder comprovar isto por experiência própria ;)

    Bem o norte é muito grande! Mas sendo eu da bela cidade do Porto, acredito que no meio de tanta gente, a probabilidade de um deles ser o tal é grande! E concordo contigo, os homens do norte têm um "je ne sais quoi" diferente :)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apenas com um olhar? Hum... Não sei, não. Tenho que ver se isso dá para um post. ;)

      Oh se têm...
      Então és do Porto e não os encontras? Onde é que andas tu a procurar afinal?

      Eliminar
    2. Ahahahahahah são os dois do norte! Vêem aquilo que eu digo? "Tão longe e tão perto um do outro?" ;) isto leva-me a crer que vocês andam pelos cafés errados, com as pessoas erradas :P

      Só estou a dar uso ao meu "direito à participação neste blog ;)

      Eliminar
    3. Com as pessoas erradas ando, sem sombra de dúvidas! ;)

      Eliminar
    4. Então talvez seja motivo para seguires os meus conselhos ;) afinal de contas as pessoas "aparecem na nossa vida" às vezes da forma mais improvável... :) marcar um café nunca arrancou pedaço de ninguém (à partida) e quem sabe se teríamos novidades boas no blog :)

      Eliminar
    5. Pois, talvez tenhas razão. Estou sempre aberto a conversas interessantes. ;)

      Estou certo que se a C.A. quiser falar comigo, certamente o saberá fazer.

      Eliminar
  7. Bem Francisca, acho que estás numa de casamenteira :D Não sei o que é que a C.A. pensa, mas com certeza como adultos que são não precisam de "apressar" as coisas a esse ponto, afinal ainda não devem ter a confiança suficiente para o fazerem. Quando eles quiserem dar esse passo, certamente saberão como o fazer entre os dois...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certamente a Francisca não teve má intenção com as palavras. ;)

      Eliminar
    2. Felizmente sei que nem o fox nem a C.A interpretaram mal o meu comentário :) é o que interessa. Não tenho nem nunca tive pretensão de ensinar a dois adultos como se conhecerem ou quando se conhecerem. Nem me perguntem a mim nada sobre encontros e conquistas que já estou comprometida há algum tempo. Não os forcei a nada, fiz uma mera sugestão ;) ninguém me viu a marcar data e local :D portanto, deixemos que eles definam se, quando e onde se encontrarem ;) eu não apresso mais as coisas e visto por esse prisma o anônimo também não as atrasa (brincadeirinha) :D

      Eliminar
  8. Apanharam-me de surpresa com isto tudo sinceramente. Nunca tive intenções de "algo mais" ao comentar aqui o blog. Gosto simplesmente de ler o que o Fox escreve e de partilhar a minha opinião, já que partilhámos algumas ideias semelhantes, mas com isto não quero dizer que não estou aberta a essa possibilidade. Um dia quem sabe, mas só o futuro dirá. Para além disso, penso que o Fox não quereria conhecer-me a mim em particular, mas sim a todos os participantes mais assíduos aqui do blog, incluindo tu, Francisca :)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que aos teus olhos, a "conversa" não tenha adquirido proporções dantescas. No meu ver, não.

      Eu gosto de conhecer pessoas interessantes que me cativem. Simples assim. ;)

      Eliminar
    2. Claro que não! Disse que me apanharam de surpresa, pois não estava a contar chegar ao blog e ler o que a Francisca partilhou, mas não levei de todo a mal nem algo parecido!

      Pessoas assim há poucas, mas existem ;)

      C.A.

      Eliminar
    3. Ainda bem, a Francisca não teve certamente nenhuma malícia no que escreveu.

      Elas existem, eu é que não as encontro pelos meus próprios meios. Life story.

      Eliminar
    4. Ainda bem C.A que percebeste que estava a brincar com os dois... ;)

      Eliminar
    5. Não havia nada que suscitasse isso e que pudesse levar a mal. Aliás para eu levar a mal alguma coisa, o que é raro, é preciso muita coisa... Sou muito calma, não me chateio facilmente! A Francisca não teve de todo essa intenção :)

      C.A.

      Eliminar
    6. Ainda bem. Quando fiz os comentários não achei que houvesse algo neles que pudesse ofender. Foi uma mera sugestão que fiz porque é o notório que a CA quer o mesmo para a vida que o fox, quase que completam as frases e os raciocínios um do outro, os mesmos "lamentos" e os mesmos desejos. Acho isso curioso e foi com essa intenção que fiz os comentários.
      Quando fiz a sugestão para o café (como se fosse preciso dizer a dois adultos o que fazer!) não disse que era já amanhã :) ou depois de amanhã :) ou no próximo mês :) ou nos próximos 6 meses :) é quando entenderem e se o entenderem, claro está :D mas que parecem ter muito em comum lá isso parece... ;)

      Eliminar
    7. Claro que não, foi simpático da tua parte partilhares o que pensas e não tinha de todo um teor ofensivo! :)

      De facto, não vou negar que não tenhamos alguns desejos e ideias em comum e quem sabe um dia não poderá surgir essa possibilidade. Ainda assim, acho que há um "tempo certo" para tudo, por isso este não será o momento ideal para isso acontecer, visto que só trocámos comentários há pouquíssimo tempo. Mas nunca digo "nunca" a nada, por isso o futuro está em aberto.

      Quem sabe o Fox entretanto não conhece a mulher da vida dele! Eu só lhe desejo toda a sorte do mundo porque ele merece ;)

      C.A.

      Eliminar
    8. Muito agradecido pela atenção, C.A.. Realmente já merecia um pouco de sorte, contudo não me vou queixar, pois algures existe alguém em pior situação.

      Como já disse anteriormente, se porventura, algum dia julgares que esse "tempo certo" chegou, saberás como me contactar. ;)

      Eliminar
    9. Sim, sei :) Espero que não tenhas ficado com a impressão de que não te quero conhecer, pois não se trata disso. Uma lição que fui aprendendo na vida foi precisamente a de esperar pelo momento certo seja pelo que for, visto que "precipitar" de certa forma as coisas normalmente não costuma resultar muito bem. É por essa razão que acredito que temos de dar um tempo e esperar se esse momento se proporcionará por vontade dos dois ;)

      C.A.

      Eliminar
    10. Sábias palavras, não esperaria menos. ;)

      Eliminar
  9. tanta palavra linda, tantas desculpas, como se não fosse óbvio o mútuo interesse entre a CA e o Fox. Parece que nenhum dos dois quer admitir aquilo que é perfeitamente claro aos olhos de qualquer leitor que se digne ler os comentários que são feitos pelos dois...e não se consegue perceber porque é que continuam em negação!!!!! Please, get a room!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me encontro em negação, reitero que gosto de conhecer pessoas interessantes especialmente aquelas que me conseguem cativar. Do que tenho vindo a reter, a C.A. assemelha-se a tal perfil, sim.

      Eliminar
    2. Concordo... mas o que é feito da Ana... ela também tinha um fraquinho pelo Fox (do meu ponto de vista)... A C.A. não é a Ana??

      Eliminar
    3. Não se tratam de fraquinhos, apenas curiosidade sobre as pessoas. Não é normal que assim seja?

      A Ana, tal como já se havia dito aqui, está a trabalhar no estrangeiro e usa um perfil diferente do da C.A. aqui no blog.

      Eliminar
    4. Não, eu não sou a Ana.

      C.A.

      Eliminar