segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Memory



The Lord gives and the Lord takes.

Todos nós desejamos algo. Todos nós pedimos algo.

Desejar não é obter, nem todos chegam a possuir o que sempre almejaram. Todavia, alguns conseguem viver o seu sonho por efémeros momentos, até ao instante em que tudo mais desaparece, como pequenos grãos de areia entre os dedos de uma mão fortemente fechada.

O que será melhor? Conhecer a felicidade e perde-la ou nunca saber o que poderia ter sido?


Fox


10 comentários:

  1. Ui... felicidade, tanto se tem falado desse tema... mas sinceramente, nós só sabemos que eramos felizes quando a perdemos....

    "A felicidade é um óscar invisível."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando se perde, descobre-se o valor daquilo que aparentava ser dado como adquirido e magoa...

      Eliminar
  2. Excelentes fotografias a dar um toque etéreo, a uma história tão triste. Antes viver a felicidade e a dor da perda, do que algo amorfo sem vitalidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelentes mesmo. Curiosa a sensação de retrato da ausência, presente em todas elas.

      A história é triste, sim, mas demonstra que vale a pena amar e perder.

      I hold it true, whate'er befall;
      I feel it, when I sorrow most;
      'Tis better to have loved and lost
      Than never to have loved at all.

      Alfred Lord Tennyson's, 1850

      Eliminar
  3. Acho que prefiro conhecer e perder do que não conhecer de todo.

    ResponderEliminar
  4. Uma história tão triste... Apesar da perda, tenho a certeza que valeu bem a pena viver aquela história de amor. E fruto disso nasceu uma menina linda que irá para sempre representar o amor entre os dois. É por histórias como esta que acredito que devemos sempre lutar pela nossa felicidade e proporcionar isso às pessoas que amamos, aproveitando cada dia como se fosse o último. Este é o meu lema de vida e, por isso, sei que se porventura deixasse este mundo, todos aqueles que amo sabiam exatamente o quanto significaram para mim, pois faço questão de lhes demonstrar isso todos os dias. (Até já estou emocionada...)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que são sábias essas palavras. A importância de viver cada dia de forma simples mas conscientes do seu valor.

      Eliminar
  5. Apesar de magoar muito, acho que se deve sempre tentar, não conseguiria viver com a dúvida...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que atingimos aqui um consenso sob esse ponto de vista.

      Eliminar