domingo, 9 de fevereiro de 2014

Saw you


Vi-te no Comboio

Encontrei esta recente comunidade no Facebook e achei-a muito interessante. Todos aqueles que usam este meio de transporte, sabem bem a quantidade de olhares que regularmente são trocados entre todos os desconhecidos que o usam. Com a ajuda desta comunidade, quem sabe não se unem algumas dessas mesmas pessoas...


Fox

14 comentários:

  1. (Já devo estar a parecer uma stalker, mas fazes-me sempre vir aqui dizer qualquer coisa pelo temas que escolhes... e este também me toca...)

    Aderi a essa página no facebook, muito pelo que vivi quando andava a estudar. Fazia 9 horas (sim 9!) de autocarro de Faro ao Porto e vice-versa (na altura, não havia alfapendular ou intercidades para o algarve... só o mítico comboio azul... é aqui que me apercebo que já passaram uns aninhos... estou mesmo a ficar velhota...). Assisti a trocas de numeros de telemóvel, conversa de engate, reboliço e uns beijos surdos no banco atrás de mim. Era o olhar que se prendia com o olhar do rapaz giro do banco do outro lado do corredor, de ter alguém a dormir com a cabeça quase no meu ombro (que por norma não era lá muito agradável...), de ter alguém que não se conhece de lado nenhum tão próximo, havendo inevitável contacto. Nunca me apaixonei ou dei conversa a alguém nesse sentido, mas por vezes lá o olhar tendia mais para alguém em especial. Há uma melancolia romântica qualquer numa viagem destas, não sei explicar... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa-te disso. Se vens aqui é bom sinal, significa que estou a escrever bem e a vossa presença agrada-me. Sem vocês, o blog parece uma casa gigante sem ninguém lá dentro.

      Então és algarvia... Adoro a tua terra. ;)

      De facto, este género de viagens possuem um encanto muito especial. Tanto que a dita página está a ser um sucesso em apenas um punhado de dias.

      Eliminar
    2. "Sem vocês, o blog parece uma casa gigante sem ninguém lá dentro."
      Isso é o que eu sinto no meu... Uma casa vazia, onde ninguém fica, estão só de passagem.

      Não... "Algarvia", fui apenas durante 5 anos. Sou sim, da zona do Minho ;)
      Saía de Faro ao fim da tarde para passar o fim-de-semana em casa e chegava ao Porto às 4h20 da manhã. Como a viagem se passava de noite e com os headphones nos ouvidos, parece que tudo ganhava outra dimensão com banda sonora...
      Muitas histórias haveriam para contar...

      Eliminar
    3. Será sempre difícil de cativar os públicos, numa altura em que tanta é a variedade por essa internet fora. A nós enquanto autores, entristece mas nada podemos fazer, apenas continuar a exorcizar demónios através da escrita.

      Ah, mistério desvendado. Devem ter sido umas viagens sofridas essas, encerrada dentro de um autocarro durante tantas horas.

      Eliminar
    4. Talvez o problema seja mesmo exorcizar demónios em demasia... :) Tenho que ver isso.

      "Devem ter sido umas viagens sofridas essas, encerrada dentro de um autocarro durante tantas horas."
      Foram bons tempos. Agora só me causa nostalgia.

      Este tema pode dar o mote para uma história... ;)

      Eliminar
    5. Todos nós os temos. Faz bem partilhar de tempos a tempos.

      Os tempos vão, ficam sempre as memórias.

      Pois pode. ;)

      Eliminar
  2. Curioso...

    De facto, trocamos olhares e até sorrisos... e penso muitas vezes o que está por detrás daquelas pessoas, quem são...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso ser eu, pode ser qualquer leitora, pode ser qualquer pessoa. ;)

      Gosto bastante desta ideia pois observo imenso as pessoas, especialmente as mulheres lindas...

      Eliminar
  3. Os transportes públicos são, sem dúvida, propícios a trocas de olhares. É inevitável... Quem sabe se estas comunidades no facebook não irão dar um "empurranzinho" a unir algumas dessas pessoas :)

    C.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que a ideia em volta do conceito seja mesmo essa. A sociedade avança rapidamente para a aproximação social tecnomediada mas perpetuam-se os mesmos velhos anseios e desejos presentes na comunicação interpessoal. Por que não unir os dois mundos?

      Eliminar
  4. Pelo que tenho lido na página há histórias fantásticas! Infelizmente raramente ando de comboio, sou mais de autocarro (também há a página, relacionada com a dos comboios) mas nunca me aconteceu nada de especial :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente são histórias que nos deixam a pensar...
      A mim também não, contudo não custa nada dar uma vista de olhos. ;)

      Eliminar
    2. Isso olho sempre. Gosto de ver quem vai comigo no metro ou autocarro quando ando...

      Eliminar