segunda-feira, 23 de junho de 2014

Shiuuuu.Friend Love III



A iniciativa continua, desta vez segundo outras disposições, apresentando algumas diferenças em relação ao modelo usado previamente.

Até ao momento reforcei o meu conhecimento acerca de três coisas:

É interessante conhecer diferentes mulheres. 

É difícil encontrar uma mulher especial.

É este o meu fado.


Fox

24 comentários:

  1. É continuar a insistir :) a mulher especial anda por aí. Tal como o homem especial para mim por exemplo, espero eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanta insistência também cansa, Inês.
      Se não se procura, nada surge. Quando se procura, nada aparece. Assim não é nada fácil de gerir a situação...

      Eliminar
    2. Verdade Fox. Olha eu preferia ir para um jogo como deu na mtv onde 10 rapazes e 10 raparigas tinham de encontrar o par perfeito, passaram por testes e mais testes e havia alguém que era o par perfeito do outro, não sei se viste ou ouviste falar. Pelo menos a busca estaria reduzida a 10 pessoas...muito mais fácil. Era perfeito para mim que não sei como procurar. Se calhar no teu caso também era boa ideia :)
      Agora mais a sério (apesar de achar muito interessante o programa), não sei se procuramos de mais ou de menos...mas muitas vezes aparece quando e de onde menos se espera.

      Eliminar
    3. Desconheço o programa, não vejo muita televisão.

      Como não sabes como procurar?! Não sabes o que queres?

      Essa frase feita do "surge de onde menos se espera" já não me impressiona. Ao que vejo acontecer na minha vida, bem posso esperar sentado para não me cansar.

      Eliminar
    4. Sei o que quero mas sou complicada para dar no primeiro passo, para ir à procura, aquela coisa de chamar logo a atenção é algo que não faço, não sei bem explicar...
      Pela pouca experiência as minhas relações surgiram onde menos se esperava e com pessoas que não seriam propriamente aquilo que procurava. É um cliché mas é verdade. Apesar de já estar sozinha há algum tempo...
      Olha vamos os dois à procura :) procura-se moça e moço solteiros para moço e moça interessantes - que tal?

      (Se me lembrar vou ver o nome do programa e depois digo-te)

      Eliminar
    5. És complicada no primeiro passo? Não seremos todos assim? Nunca é fácil de "quebrar o gelo" inicial mas é necessário.

      Não eram as pessoas que procuravas? Isso é entendido pelo prisma negativo?

      Pois, só falta lançar um "casting" aqui no blog para apurar candidatas...

      Eliminar
    6. Eles não eram o tipo de pessoa por quem pensava apaixonar-me e ter uma relação. E claro que não é visto pelo lado negativo, é visto de forma positiva até, há que variar :P agora a sério foi bom porque não há aqueles "preconceitos" em que para mim só serve o homem loiro e de olhos azuis, alto e que goste de tudo o que eu gosto (não que seja o meu tipo de homem, apenas é um exemplo de "requisitos") e nem se olha para os restantes homens.

      Olha que se houvesse um casting se calhar tinhas muitas candidatas. Falta saber se tens muitos requisitos :)

      Eliminar
    7. Entendo. Mas se existiu uma relação então algo a despertou, alguma coisa te cativou neles. Nem que tenha sido apenas a atração física. Por isso não teriam sido assim tão imprevisíveis...

      Hum... Achas? Considerando a participação das leitoras no blog, diria que não teria candidatas sequer.

      Eliminar
    8. Acho que em nenhum dos casos a parte física foi o que chamou propriamente a atenção. Para ter uma relação preciso de conhecer a pessoa minimamente (ou pensar que a conheço porque há sempre surpresas e eu já tive uma) e foi quase sempre a personalidade que mais me interessou para existir um relação amorosa.

      Obrigada pela parte que me toca em termos de participação (e futura candidata, quem sabe?) :P só hoje já esgotei os comentários para todo o mês :D

      Eliminar
    9. Por mais que a personalidade encante, sem a atração física não chegas a lado nenhum...

      Serias uma candidata?
      Fica à vontade, aqui não existem quotas com limite de participação. ;)

      Eliminar
    10. Talvez não chegue mas foi realmente a personalidade que mais me atraiu, especialmente num dos casos em que eu via alguém tão complicado como eu que me parecia ler e vice versa.

      Não podia ser uma candidata?

      Eliminar
    11. Normalmente é a personalidade que atrai mas o "pacote" necessita ser mais completo...

      Isso é uma resposta que só tu podes dar, Inês. ;)

      Eliminar
  2. Participei na iniciativa e não obtive o contacto de ninguém. Suponho que não presto mesmo lol

    amm

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suponho que ninguém esta interessado numa mulher com um filho :) Paciência.

      Eliminar
    2. Depende da mulher...
      Mas sim, pode ser esse o motivo. Não o nego.

      Eliminar
    3. Nada que não me surpreenda.

      Eliminar
    4. São várias as razões associadas a essa questão. Nem sempre a "bagagem" é fácil de aceitar.

      Eliminar
    5. Eu ,sem filhos, tambem preferia mil vezes um homem sem filhos , nem toda a gente tem perfil para ser madrasta ou padrasto.
      É um papel de grande responsabilidade que não queria ter, levo esse papel muito a serio.
      Não é automatico essa coisa do amar os filhos dos outros só porque são filhos de quem são.

      Mas ai está, nem todos pensamos o mesmo, e estou aqui a falar mas nunca se sabe o que o futuro nos reserva .

      Eliminar
  3. Eu participei da primeira vez, mas acabamos por ficar amigos. Ambos entendemos que não éramos assim tão compatíveis como as "regras do jogo" diziam. Mas nem por isso a participação deixou de ser positiva: ainda falamos regularmente. E sabem porquê? Porque acabei por apresentá-lo a uma amiga a minha, pois à medida que falávamos achei sempre que ele era aquilo que ela procurava e ela era aquilo que ele procurava :)

    Quanto a está segunda edição, na altura, andava com muito Stress no trabalho e ainda que tenha recebido email do shiuuuu a avisar-me quando dei por mim tinha deixado passar a data loool mas não faz mal, haverá outras oportunidades.

    Está segunda edição é muito diferente da primeira? Em que medida?

    Acho que o importante é que, mesmo que não dê em nada, é sempre bom conhecer outras pessoas, fazer contactos, há uma amizade que fica ou que pode ficar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre surge a "química" física. Creio que seja esse o maior entrave ao desenrolar das situações.

      Então fizeste de ponte de ligação entre os dois... Quem sabe não foste o catalisador dessa situação futura. ;)

      Está diferente no que toca à forma como cruzam os dados entre os participantes e também não se fica limitado a conhecer uma única pessoa.

      Eliminar
    2. Sim, mas isso é normal. Também foi um bocado isso que se passou connosco e achei sempre que funcionávamos como amigos, conhecidos. Senti que não era por gostarmos das mesmas coisas e querermos as mesmas coisas que obrigatoriamente tínhamos que dar certo ou ficar juntos.

      Sim, tenho noção que guinéu que impulsionei as coisas. Acho mesmo que eu e ele nós cruzamos para que ele pudesse conhecer a minha amiga :)

      Mas isso é fantástico. Ir conversando com mais do que uma pessoa aumenta as hipóteses de conhecer alguém!

      Eliminar
    3. Possivelmente terá sido justamente o que aconteceu. Tiveste de o conhecer para o apresentares à tua amiga. A vida tem caminhos muito peculiares...

      Sim, aumenta. Mas nem sempre se traduz em sucesso. Eu que o diga.

      Eliminar