segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Cougar


Raramente me recordo dos meus sonhos. Penso que sempre foi assim mas recordo-me perfeitamente do que tive ontem.

Como é óbvio, todos os sonhos já começam algures a "meio". Ou pelo menos, essa é sempre a sensação com que ficamos no dia seguinte. Neste, a narrativa começou algures no hall de um hotel.

Estava na companhia de uma mulher atraente, mais velha, casada e rica. Aparentemente era já conhecida do rececionista que a tratou pelo sobrenome. Depois de ser feito o check-in, subimos pelo elevador e dirigimo-nos para o quarto.

Um quarto de hotel, duas pessoas, roupas no chão e sexo na cama. Narrativa típica de Hollywood. A questão é que aparentemente fui pago para isso... Interessante.

Bem, acho que o melhor é estar ainda mais atento às "cougar´s".


Fox

Sem comentários:

Enviar um comentário