sábado, 7 de maio de 2016

180º


Recentemente alguém partilhou comigo um acontecimento que nunca ninguém deseja mas que a todos afeta, mais cedo ou mais tarde. Um acontecimento que acaba por si só, conseguir expandir a energia suficiente para inverter o curso da nossa vida num ângulo de 180º graus.

Por instinto, o ser humano procura sempre encontrar o prazer em todas as suas formas, evitando a dor no decorrer dessa mesma busca. Obviamente que ao longo desse percurso nunca se encontra somente um destes, sendo mandatório aceitar ambos com a mesma recetividade e resiliência.

Todavia, parece-me que aprendemos mais rapidamente com o sofrimento do que com o prazer. Talvez seja pelo peso da má impressão que a dor nos deixa, conseguindo de algum modo ser mais permanente do que a recordação da felicidade que sentimos. Esta lembrança resulta de uma aprendizagem que tem o seu custo, um custo imenso, mas essencial para viver uma existência em pleno. 

Ninguém sai de uma qualquer situação da mesma forma como nela entrou. Existe sempre lugar para uma aprendizagem, uma assimilação, um desenvolvimento. Uma experiência que exige, despoja e magoa mas que simultaneamente proporciona novas oportunidades, objetivos e recompensas. 

Por tudo isto, qualquer mudança na nossa vida deve ser abraçada como uma chance para melhorar, mesmo que o cenário aparente ser negro e amedrontador. A nossa vida é uma manta de retalhos, cozida com pequenos momentos que vivemos e dos quais assimilamos conhecimento crucial para o amanhã. Seja esse conhecimento adquirido de modo doloroso ou prazeroso, faz sempre de nós um ser humano melhor e mais capaz.

A ti, desejo bastante força para esse desafio.


Fox

2 comentários:

  1. A vida é feita de obstáculos, de conquistas, de perdas. São mudanças de 180 que nos põem a prova todos os dias e nos mostram o quão capazes somos nós de viver uma nova etapa da nossa vida e nos amadurecer para conseguirmos atingir a próxima. O prazer deixa marca mas a sua marca, nos humanos, tendemos a dar não tanta importância à ela ou talvez só demos a curto prazo. Em reverso, a dor que os obstáculos fazem na vida fazem com que a pessoa passe por um processo de cura que demora tempo e energia por parte da pessoa levando a que o ser humano se recorde sempre mais do negativo porque lhe custou a ultrapassar do que o positivo que foi algo que lhe deu prazer em conquistar mas que só se lembra/recorda na sua mente e seu coração por tempo limitado.
    Já Nietszche dizia "Aquilo que não me mata, só me fortalece."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E muito bem disse ele.
      Temos de ter a abertura necessária para assimilar tudo o que nos acontece, pois a cada instante temos uma nova oportunidade para aprender e evoluir. Só depende de nós.

      Eliminar