quarta-feira, 13 de julho de 2016

Narcissist




Sou.

Não queria, mas também não o consigo evitar. Já tentei.

É um pouco aborrecido ser assim, com os aspetos negativos que todos conhecem, mas também traz alguns positivos. No meu caso, procuro controlar os negativos e libertar os positivos, tentando fazer algo de útil com esta condição. Por exemplo, neste momento está a contribuir para ter ânsia de evoluir a minha forma de estar e de ser.

Descobrir as características desta perturbação representou um passo importante, pois permitiu reconhecer alguns dos erros que cometo e entender por que razão me comporto de determinada forma. 

Se me preocupa? Claro que não. Quem não gostar pode ir andando...


Fox

6 comentários:

  1. Lamento discordar mas se, efectivamente, não te preocupasses, não terias consciência de tentar suavizar um distúrbio de personalidade que causa sofrimento ao próprio e aos outros.
    Significa isso que ainda há esperança para ti! ;) E, mesmo não querendo admitir, és mais sensível do que pretendes revelar, o que é muito bom!!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes quais são as características do narcisismo? Vai ver e diz se algumas não necessitam mesmo de ser suavizadas...
      Eu sou muito sensível. Tanto quanto um elefante numa loja de porcelana...

      Eliminar
    2. Se me pronunciei, foi com conhecimento de causa...
      Por via da minha área profissional, sim, sei quais são as características do distúrbio de personalidade narcisista.

      Eliminar
    3. Ainda assim achas que há esperança para mim? Vá lá, menos mal. O cenário afinal não é tão negro. ;)

      Eliminar
    4. Muitas vezes, somos nós que pintamos o cenário mais negro do que, efectivamente, é. ;)

      Eliminar
    5. Pois, talvez tenhas razão. Opinião de especialista é sempre mais elaborada.

      Eliminar